A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/01/2013 08:50

Sobrecarga em extensão de geladeira causou incêndio em loja

Paula Maciulevicius
Quase dois meses depois,  a fachada do Paulistão, incendiada no dia 6 de dezembro. (Foto: Rodrigo Pazinato)Quase dois meses depois, a fachada do Paulistão, incendiada no dia 6 de dezembro. (Foto: Rodrigo Pazinato)
O fogo que demorou 3h para ser apagado e teve o trabalho de rescaldo por mais 24h, foi uma das cenas que marcou o final do ano pela dimensão das chamas. (Foto: Luciano Muta)O fogo que demorou 3h para ser apagado e teve o trabalho de rescaldo por mais 24h, foi uma das cenas que marcou o final do ano pela dimensão das chamas. (Foto: Luciano Muta)

O laudo da perícia que saiu nesta terça-feira aponta que foi uma sobrecarga no fio da geladeira que causou o incêndio na loja de brinquedos Paulistão, no dia 6 de dezembro do ano passado. O fogo que demorou 3h para ser apagado e teve o trabalho de rescaldo por mais 24h, foi uma das cenas que marcou o final do ano pela dimensão das chamas. No dia, o trânsito foi interditado e a rede elétrica e de gás, desligada.

A geladeira estava ligada por uma extensão e o fio condutor até a tomada, chamado subdimensionado, é mais fino do que os normais e suporta menos carga do que o normal. Como geladeira é um eletrodoméstico que consome muita energia, o fio aqueceu e estando próximo de materiais inflamáveis, provocou o incêndio.

O laudo diz que a empresa de alarme detectou o incêndio às 7h15 daquela manhã de quinta-feira, no entanto o fogo pode ter começado antes.

A geladeira ficava no setor de atendimento ao cliente, próximo aos caixas. O fogo começou nesta seção, que foi a área menos devastada pelas chamas, porque de lá o fogo se alastrou.

Uma semana após o incêndio, a perícia já havia descartado a primeira hipótese, de que o fogo tinha começado no ar condicionado. Na época, as avaliações já apontaram que as chamas surgiram na fiação elétrica da frente da loja.

Com o impacto do incêndio, a parede do fundo do Paulistão e dois outros imóveis vizinhos foram demolidos.



isso porque o corpo de bombeiros é na frente do Paullistao hein, imagina se não fosse, mas o serviço dos nossos valorosos bombeiros é muito falho na capital, quando houve o incendio no parque dos poderes eu passei no inicio do fogo e liguei para os bombeiros que ficam no parque mesmo, esperei mais de meia hora, não apareceu ninguem, falaram que era normal o pessoal fazer macumbas no parque, no outro dia vi no jornal, incendio destroi quase 1/3 da reserva do parque. Mas é isso.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 29/01/2013 12:47:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions