A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/04/2018 19:20

Suspeita de ter degolado aposentado ainda não foi encontrada pela polícia

Adriano Fernandes e Geyse Garnes
Corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição. (Foto: Marina Pacheco) Corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição. (Foto: Marina Pacheco)

A Polícia ainda investiga quem teria matado o aposentado Edson Aquino de Oliveira, de 57 anos, encontrado degolado e com sinais de queimaduras, na tarde do último dia (24) no banheiro de uma residência abandonada da Rua Doutor Silvio de Andrade, na Vila Planalto em Campo Grande.

A esposa da vítima e principal suspeita do crime também não foi encontrada. “Mas continuamos em busca dela para entender o crime e saber se de fato ela teve algum envolvimento”, comentou o delegado responsável pelo caso, Cláudio Graziani Zotto da 1ª DP (Delegacia de Polícia) da Capital.

Os investigados também aguardam o resultado de um exame de DNA que será anexado ao inquérito sobre o caso.

O crime – Edson foi encontrado pela ex-esposa, degolado e com sinais de queimaduras pelo corpo que já estava em avançado estado de decomposição. No dia em que o cadáver foi encontrado o jornalista Wilson Aquino, irmão do aposentado, informou que a vítima foi vista pela última vez no último domingo, 18, num encontro de família.

“Na ocasião, ele pediu para o filho dele retornar na segunda-feira, pois ele queria conversar com o meu sobrinho”, comentou. No dia seguinte, no entanto, o garoto chegou à residência e foi informado pela esposa de Edson que ele teria viajado para receber um dinheiro.

O mesmo se repetiu na terça e quarta-feira, quando a mulher da vítima entregou a chave do imóvel para o rapaz, dizendo que iria para uma fazenda, onde mora. Desconfiada, a ex-esposa do aposentado decidiu ir até a residência. No local, por conta do forte mau cheiro a mulher até teria cavado em vários pontos do terreno, até encontrar o corpo na residência ao lado.

O acesso ao local é possível pelos fundos da casa de Edson. Desde o crime a esposa da vítima não foi vista.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions