A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/02/2014 14:37

Suspeito de “abusar” de crianças é amarrado e agredido em Campo Grande

Bruno Chaves
Suspeito foi detido por populares até a chegada da PM (Foto: Divulgação)Suspeito foi detido por populares até a chegada da PM (Foto: Divulgação)

Um homem de aproximadamente 30 anos, suspeito de “abusar” de crianças e mulheres no bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, foi amarrado e agredido por moradores da região por volta das 12h de hoje (21). Ele fazia gestos obscenos quando foi detido.

Conforme o comerciante Elias José de Melo, 53 anos, que estava em uma conveniência, o suspeito começou a perturbar crianças que saiam da Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade, na Avenida Orlando Daros.

“Ele estava na frente da escola ameaçando uma menina. Ele a chamava e mostrava uma faca. O pai da criança chegou e ajudou a gente amarrar ele”, explicou.

Elias ainda disse que o acusado dizia palavras de baixo calão, além de fazer os gestos obscenos.

Segundo outra moradora do bairro, Dayane Aparecida Dias, 31 anos, o suspeito ainda mexia com as mulheres do bairro. “Com todas que passavam pela rua”, contou.

Ela afirmou que ele foi detido por dois grupos de homens, um que estava em uma conveniência e outro que estava em uma mecânica de motos.

“O rapaz foi amarrado pelas mãos. Colocaram ele ao lado da conveniência até a polícia chegar. Ele também levou uma surra do pessoal”, emendou Dayane.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Militar para pegar os detalhes da ocorrência, assim como a identidade do suspeito.

Até o fechamento desta matéria, uma resposta não foi obtida.

Grupo em conveniência ajudou na ação
(Foto: Cleber Gellio)Grupo em conveniência ajudou na ação (Foto: Cleber Gellio)
Corda utilizada para deter o suspeito de abuso (Foto: Cleber Gellio)Corda utilizada para deter o suspeito de abuso (Foto: Cleber Gellio)

Outros casos – No último domingo, um ladrão foi pego em flagrante enquanto tentava furtar uma casa em Sidrolândia, a 71 quilômetros da Capital. Ele foi detido pelo morador do local. O suspeito, de 38 anos, foi agredido e amarrado até a chegada da polícia.

A divulgação de uma notícia, no início do mês, de um adolescente de 15 anos preso pelo pescoço a um poste, com uma tranca de bicicleta, na Zona do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ), fez com que esse tipo de caso ganhasse repercussão nacional.

De lá para cá, casos como esse, de ladrões presos e amarrados por populares, começaram a ocorrer com mais frequência em todo o Brasil.



Daqui para frente esses casos da população fazer justiça com as próprias mãos vão se intensificar. Porque???Porque estão desacreditados na justiça. É certo? Claro que não. Mas, quando a desilusão é tanta, vai aumentar esse padrão. Observem o que estou e outros internautas estão dizendo. Vai aumentar esse padrão. A justiça não faz justiça a sociedade então fará. É muito triste mas é verdade. Enquanto não mudar as leis da bandidagem, esse código civil, velho, arcaico e caduco, pode ser que até a polícia prenda infratores da lei, mas no outro dia o Juíz manda o Delegado soltar o infrator da lei. E quem muda leis é os políticos (Câmara dos Deputados Federais e os Senadores) com aval de segmentos da sociedade brasileira. Esse ano é ano de eleição. Veja lá em quem você vai votar.!!!
 
João Alves de Souza em 22/02/2014 15:55:55
Pena que eu não estava no bairro pra ajudar a amarrar esse v... infelizmente o nosso bairro ta cheio de vagal que fica pedindo dinheiro.parabens a turma que amarrou.
 
santos filho em 21/02/2014 19:41:53
Em se tratando de estuprador, apenas surrar é pouco.
 
Fernando Silva em 21/02/2014 18:43:44
CERTINHO, PAU NESSES IMUNDOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
DEPOIS CHAMA A POLICIA PRA PRENDER E LIBERAR NO MESMO DIA!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 21/02/2014 16:58:36
Deve se pensar, alguem que tem esta atitude em publico, não é uma pessoa normal e precisa de atendimento o qto antes. Ele sabia lógico, que ali estava sendo visto por várias pessoas e, não teve mentalidade suficiente e nem medo...
 
Mirtes Lourenço Camilo em 21/02/2014 16:10:36
Parece que a população esta acordando pra necessidade de agir, não adianta ficarmos esperando só proteção do estado, a policia não é onipresente, nem tem como , nãoa podemos nos intimidar, tem que catar na unha mesmo e dar uma amaciada pra policia levar pro tempero.
 
Odescia Madeira em 21/02/2014 15:56:02
Isso está acontecendo porque o povo não acredita mais na justiça desse pais.
 
Ulisses Silva em 21/02/2014 15:44:33
se essa moda pega vai faltar corda em Campo Grande
 
Alex André de Souza em 21/02/2014 15:19:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions