A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/02/2016 18:11

Suspeito de atacar mulher em terminal segue livre e até dá entrevista

Viviane Oliveira
Homem conhecido como Bin Laden, fica na região da Costa e Silva (Foto: Reprodução/Vídeo)Homem conhecido como Bin Laden, fica na região da Costa e Silva (Foto: Reprodução/Vídeo)

O homem suspeito de atacar a estudante Ingrid Matzembacher, 21 anos, na terça-feira (23), no Terminal Morenão em Campo Grande, continua livre aterrorizando mulheres na região e até deu entrevista, de sete minutos, ao repórter Robson Ramos, da rádio Mega 94 FM.

Lindomar dos Reis Gomes, conhecido como Bin Laden, fica na região da Costa e Silva e, segundo relatos, costuma atacar quem se recusa a lhe dar dinheiro. Ingrid reconheceu o homem e confirmou que se trata do mesmo que a agrediu verbalmente esta semana.

Ela, que mudou o trajeto para não ter que passar mais pelo Terminal Morenão, pede ajuda a outras mulheres que foram que denunciem à polícia. “Ontem ele tentou entrar na casa de uma mulher. Eu fui com ela a delegacia para registrar boletim de ocorrência”, conta a estudante.

No vídeo, o homem aparece com as roupas sujas e com a calça caindo. Ele admite que usa drogas, pediu perdão a estudante, mas negou que a atacou. Em alguns trechos da entrevista, o rapaz conta uma história confusa e diz que quando tinha 12 anos chegou à cidade com a ajuda da promotora Luciene dos Reis D'Avila. O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria do Ministério Público para saber se a história procede, mas ainda não conseguiu contato. 

O homem relata ainda que não costuma agredir quem lhe nega comida, mora no educandário Getúlio Vargas, que fica na região da Coronel Antônio e pede ajuda para ir embora da cidade. Lindomar também admite que tem passagens por furto.

Ingrid compartilhou o vídeo em sua página de Facebook e pede ajuda a outras mulheres que foram atacadas pelo mesmo homem. “Eu não fui a única agredida, ele faz isso sempre, todos os dias praticamente! Porque não está preso? Precisamos de mais denúncias! Me ajudem! Pede a estudante em sua página.

O caso - A jovem foi atacada e agredida verbalmente por um homem dentro do terminal de ônibus após se recusar a dar dinheiro a ele. O relato em um vídeo foi postado em seu perfil do Facebook.

No vídeo, ela conta que, enquanto aguardava o ônibus, foi abordada por um homem que lhe pediu dinheiro. Diante da recusa, o homem passou a xingá-la e a persegui-la com as calças abertas. Para se livrar do ataque, Ingrid subiu no primeiro ônibus que viu pela frente. Depois de três quadras desceu e chamou um táxi.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions