ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Suspensão de atendimento após incêndio na Casa da Saúde pega idosos de surpresa

Previsão é que serviço volte ao normal apenas na terça-feira, informou Secretaria Estadual de Saúde

Por Ana Oshiro e Cleber Gellio | 21/01/2022 09:07
Sem saber de suspensão em atencimento, idoso foi à Casa da Saúde retirar medicamento. (Foto: Marcos Maluf)
Sem saber de suspensão em atencimento, idoso foi à Casa da Saúde retirar medicamento. (Foto: Marcos Maluf)

Na manhã desta sexta-feira (21), várias pessoas procuraram atendimento na Casa da Saúde, na Rua 11 de Outubro, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande, e "deram de cara com a porta". Os atendimentos foram suspensos depois que o local pegou fogo na tarde desta quinta-feira (20), mas nem todos ficaram sabendo. A previsão é que os serviços voltem apenas na terça-feira (25)

Aposentado, Antônio José de Sales, de 70 anos, demorou mais de uma hora andando de ônibus para chegar ao local e não conseguir pegar o medicamento que precisava. Todos os meses, ele retira uma caixa de quetiapina, usado para controlar a ansiedade e auxiliar no tratamento de depressão.

"Eles não avisaram nada, poderiam ter avisado, já que é um pré-agendamento e tem o telefone no nosso cadastro, deveria ser um serviço obrigatório. Sem esse remédio, eu não consigo dormir e vou ter que passar o fim de semana todo sem ele, não tenho condições de comprar", disse Antônio, que mora no Bairro Vila Fernanda.

Fogo começou em curto-circuito de fiação de computador. (Foto: Paulo Francis)
Fogo começou em curto-circuito de fiação de computador. (Foto: Paulo Francis)

Para Faustino Cardoso da Silva, de 63 anos, também aposentado, a ida ao local foi considerada como "perda de tempo", mas o alívio é por ainda ter medicação, que usa para repor hormônios depois de uma cirurgia na cabeça, pelo menos até segunda-feira.

"Eles fazem isso, faz a gente perder tempo, além de não ser avisado a gente tem prejuízo pelo deslocamento, porque a gasolina tá cara", comentou Faustino, que mora no Bairro Radialista e foi de carro até o local. Ele complementou dizendo que "não adianta ficar nervoso, tem que ter paciência".

Usando o medicamento fumarato de formoterol para o pulmão por causa de problemas respiratórios, o autônomo Eloi Gridola, de 63 anos, saiu do Bairro Jardim Centro Oeste e também ficou surpreso ao chegar na Casa de Saúde e receber o aviso dos atendimentos suspensos.

Eloi saiu do Bairro Jardim Centro Oeste. (Foto: Marcos Maluf)
Eloi saiu do Bairro Jardim Centro Oeste. (Foto: Marcos Maluf)

"No último mês, eu tive que comprar, porque não tinha conseguido fazer a consulta pra renovar minha autorização de retirar o remédio. Foi mais de R$ 100. Agora, estou com a autorização, mas vou ter que voltar sem, ainda bem que ainda tenho alguns comprimidos em casa", disse Eloi

De acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde), as atividades continuarão suspensas também na segunda-feira, quando será feito um levantamento e definição de como serão reagendados os atendimentos que não foram feitos nesta sexta-feira e na segunda.

O incêndio foi causado por um curto-circuito na fiação de um computador e começou por volta das 15h desta quinta-feira. O fogo atingiu apenas uma sala e agora. está sendo feita uma análise da parte elétrica do prédio inteiro.

Nos siga no Google Notícias