A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/06/2014 09:33

Tapete para a procissão de Corpus Christi une gerações pela fé

Aliny Mary Dias
Fiéis chegaram no centro por volta das 6 horas e trabalho deve terminar ao meio-dia (Foto: Marcos Ermínio)Fiéis chegaram no centro por volta das 6 horas e trabalho deve terminar ao meio-dia (Foto: Marcos Ermínio)

Foi só o dia clarear para os primeiros fiéis começarem a ocupar a Rua 14 de Julho, entre a Avenida Fernando Corrêa da Costa e a Mato Grosso. Com sacos e caixas cheias de serragem, areias, sal e papéis coloridos, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos se reúnem para preparar os tapetes que enfeitam o centro da cidade para a procissão de Corpus Christi.

Com toda o prolongamento da rua interditado, os religiosos tem todo o tempo para começar a preparação das obras de arte. Mas tudo começa muito tempo antes, algumas paróquias dão início aos preparativos um mês antes do dia 19 de junho. Outras igrejas concentram todos os esforços um dia antes e a dedicação é intensa.

Aos 17 anos, a estudante Thayanne Soares, membro da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, no bairro São Francisco, passou parte da quarta-feira (18) e a madrugada de hoje enrolando bolinhas de papel crepom. Tudo para fazer um tapete artesanal que será motivo de orgulho para todos os jovens envolvidos no processo.

“Nós começamos ontem duas horas da tarde e eu fique até duas horas da madrugada de hoje, estou com bolhas no dedo e não tenho nem mais digitais, mas é muito gratificante estar aqui reunido com todos”, diz a adolescente.

Thayanne tem até bolha nos dedos em razão das bolinhas de crepom (Foto: Marcos Ermínio)Thayanne tem até bolha nos dedos em razão das bolinhas de crepom (Foto: Marcos Ermínio)

Coordenadora da confecção dos tapetes da paróquia, Alyne Goulart, 33 anos, explica que mais de 100 membros da igreja estão envolvidos no trabalho. A maioria chegou por volta das 6 horas de hoje e já começou a desenhar o modelo do tapete no asfalto, primeiro passo para fazer a obra. “Nossa paróquia está responsável por fazer 12 tapetes e todos estão envolvidos. Nós mobilizamos as pessoas na igreja e isso é muito importante para que todos estejamos unidos”, diz.

Entre os adolescentes e jovens, uma criança chama a atenção. A pequena Vitória tem 6 anos e com muita disposição e brilho nos olhos carrega pedaços de grama para compor o tapete. Com a ajuda da tia Lislaine Coene, 35 anos, a pequena não para um minuto.

“Ela está aqui desde bebê, nós sempre trouxemos, ela engatinhava entre os tapetes e hoje está aqui ajudando. É muito importante essa participação porque ela é o futuro do nosso tapete”, conta a tia integrante da Paróquia Nossa Senhora Conceição Aparecida.

E como a preparação dos quilômetros de tapete envolve gente de todas as idades, aos 78 anos o aposentado Irenio França mostra para todos que a disposição precisa estar presente em todas as idades. Sem pensar duas vezes, ele se esforça para carregar sacos pesados cheio de serragem e areia coloridas.

Aos 6 anos, Vitória se empolga na preparação (Foto: Marcos Ermínio)Aos 6 anos, Vitória se empolga na preparação (Foto: Marcos Ermínio)
Aposentado participa de evento e quer mostrar a fé a todos (Foto: Marcos Ermínio)Aposentado participa de evento e quer mostrar a fé a todos (Foto: Marcos Ermínio)

“Eu me sinto feliz participando, aqui é momento de mostrar ao povo o Jesus eucarístico que todos precisam conhecer. Eu procuro incentivar as crianças também”, diz, cheio de empolgação, o aposentado.

Toda a confecção dos tapetes deve se estender durante a manhã. Por volta do meio-dia os fiéis vão para a casa e voltam para a procissão que está marcada para começar com uma missa campal, às 15 horas. Segundo o padre Marcio dos Reis, a procissão começa na Avenida Mato Grosso e segue até a Fernando Corrêa da Costa, onde um palco será montado para a realização da missa.

A previsão é que a celebração termina por volta das 18 horas, quando a 14 de Julho será limpa por equipes da prefeitura e as ruas que cruzam a via liberadas pela Agetran (Agência Municipal de Trânsito).

História - A comemoração de Corpus Christi é um dos dez feriados nacionais brasileiros. É nele que os católicos celebram o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo, um dos sacramentos da Eucaristia.

A comemoração ocorre após a Festa da Santíssima Trindade, sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. A data também pode ser calculada pelo domingo de Páscoa, já que é realizada 60 dias depois.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions