A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

05/02/2019 13:59

Tatuagem pode ajudar a identificar mulher encontrada morta em córrego

No corpo a perícia encontrou uma tatuagem tribal na perna direita. O caso é investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil

Geisy Garnes
Córrego em que o corpo foi encontrado (Foto: Mirian Machado)Córrego em que o corpo foi encontrado (Foto: Mirian Machado)

Uma tatuagem tribal na perna direita pode ajudar a polícia a identificar a mulher encontrada morta no córrego Botas, no fim da tarde de domingo, dia 4 de janeiro. A vítima foi encontrada com as mãos e os pés amarrados e com a calcinha abaixada.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, a vítima tem aproximadamente 25 anos e a tatuagem tribal preta na panturrilha direita. Até o momento, o corpo permanece no Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal), sem identificação.

Em entrevista, o delegado Sérgio Luiz Duarte, titular da 2ª Delegacia de Polícia Civil e responsável pelo caso, afirmou que aguarda os laudos para identificar a mulher e também esclarecer as causas da morte.

O corpo foi encontrado por pessoas que estavam no córrego. À polícia, as testemunhas disseram que viram algo boiando e acharam a princípio que fosse um travesseiro, mas ao se aproximarem perceberam que se tratava de um corpo. A polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atender a ocorrência e retirar o corpo do rio.

Conforme o boletim de ocorrência, a jovem estava com as calcinhas na altura das pernas, com os punhos e tornozelos amarrados e braços flexionados e pernas estendidas. Questionado sobre a possibilidade de estupro, Duarte afirmou apenas que nenhuma hipótese de morte será descartada.

Nos próximos dias a polícia deve ouvir testemunhas que encontraram o corpo. O caso é investigado como morte a esclarecer.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions