A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/01/2015 16:21

Temporal causa alagamento em bairro e colisão com poste em avenida

Edivaldo Bitencourt e Ricardo Campos Jr.
Moradores se revoltam com o segundo alagamento em um mês (Foto: Direto das Ruas)Moradores se revoltam com o segundo alagamento em um mês (Foto: Direto das Ruas)
Carros passam em meio a enxurrada (Foto: Direto das Ruas)Carros passam em meio a enxurrada (Foto: Direto das Ruas)

O temporal causa alagamentos de ruas e casas e causou até acidente de trânsito em Campo Grande. Os moradores do Jardim Paradiso estão apavorados com o segundo alagamento em menos de 60 dias. Além de um veículo arrastado pela enxurrada, o Corpo de Bombeiros atende um acidente de trânsito na Avenida Duque de Caxias, na saída para Aquidauna.

Moradores do Jardim Paradiso se queixam de novo alagamento na tarde de hoje no bairro, localizado na região da Avenida Tamandaré, onde choveu 25 milímetros. “Estou apavorada”, contou a desempregada Cleide Monteiro, 31 anos, que viu a rua da casa tomada pela enxurrada.

Ela contou que no mês passado perdeu bastante coisa com o alagamento da residência. “Uma chuvinha de nada já causa transtorno”, lamentou-se ela, que reside há sete anos no bairro e há três sofre com os alagamentos.

Oura moradora do bairro, a supervisora e estudante Bárbara Pires, 29, também está revoltada com o alagamento. “É o terceiro”, contou, desde que se mudou, há um ano, para o Jardim Paradiso.

“Fico apavorada, não tem para onde correr e está caindo muito raio” contou. Os veículos não conseguem transitar pela rua nem entrar nas casas.

Pelo menos dez casas foram alagadas na rua Youssif Abdu Lahad, também no Jardim Paradiso. Uma das moradoras de um condomínio no local, que pediu para não ser identificada, disse ao Campo Grande News que instalou câmeras para monitorar, do trabalho, a situação da enxurrada no imóvel. Quando observa que a água está passando pelo portão, corre para tentar erguer móveis.

“É um mar de lixo, de lama, de bichos, sujeira, do que você imaginar. Barro, muito bairro mesmo. É uma tristeza”, disse. Segundo ela, a via fica em uma parte mais baixa da região e por isso ocorrem enchentes. É a sexta vez que a água invade o local. Ela acumula e só escoa quando o muro dos fundos é quebrado. Ele havia sido consertado ontem. “Se não quebra o muro, só vai aumentando o nível, que já chegou a um metro e meio”, conta.

A moradora diz ter perdido sofá, armários embutidos e outros móveis em chuvas passadas. Ela vive no terreno do condomínio. Quem mora nos pisos superiores fica ilhado. “Uma hora dessas com certeza carros estão rodando dentro das garagens. Carro que fica na rua não tem como tirar”.

Duque de Caxias – O Corpo de Bombeiros também atende um acidente de trânsito na Avenida Duque de Caxias, perto do Atacadão, na saída para Aquidauana. Uma caminhonete colidiu contra um poste de energia.
No Bairro Nova Lima, um veículo chegou a parar na enxurrada e a água estava subindo muito rápido. O motorista pediu socorro aos bombeiros porque estava com uma criança recém-nascida no carro.

Rua alagada em Campo Grande (Foto: direto das ruas)Rua alagada em Campo Grande (Foto: direto das ruas)
Morador registrou alagamento de rua no Jardim Noroeste (Foto: Direto das Ruas)Morador registrou alagamento de rua no Jardim Noroeste (Foto: Direto das Ruas)


Acabei de me mudar para este bairro e em menos de 30 dias minha casa alagou 3 vezes, uma vergonha, já foram registrados ocorrências tanto para o construtor como para prefeitura e nenhuma providencia foi tomada. Fica aqui minha indignação.
 
Samara em 08/01/2015 16:50:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions