A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/12/2010 18:19

TJ nega pedido para trancar processo após mordida de criança em condomínio

Ângela Kempfer

Sub-Título

Por unanimidade, O Tribunal de Justiça negou hoje pedido de trancamento de procedimento instaurado pelo Ministério Público Estadual para investigar briga entre duas crianças em condomínio no bairro São Bento, em Campo Grande.

A mãe do menino de 8 anos, envolvido na confusão na quadra de esportes do prédio, entrou com pedido de habeas corpus para evitar andamento do processo, instaurado a pedido da Promotora de Justiça da Infância e da Juventude, mas os desembargadores decidiram pelo prosseguimento. A alegação foi constrangimento ilegal.

A Procuradoria Geral de Justiça apresentou relatório contra o trancamento.

A referida briga ocorreu em 5 outubro deste ano. O caso da mordida dada pela criança de 8 anos em outra de 7, chegou até o Ministério Público Estadual, após denúncia feita pelo pai do menino agredido.

De acordo com o pai, não foi a primeira vez que o fato acontece entre os dois meninos. A mãe levantou a polêmica depois que a promotora da infância intimou o filho dela a prestar depoimento.

De acordo com o relator do processo, desembargador Dorival Moreira dos Santos, “dentro dos preceitos perseguidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente constata-se que o desfecho sugerido no procedimento que hora tenta se trancar, não causa constrangimento ilegal à criança paciente, diante do temor exposto na inicial.

O desembargador informou que a promotora sugere, no desfecho do procedimento, que sejam adotadas medidas protetivas em favor do menino, entre as elencadas no artigo 101 do ECA, onde consta, como por exemplo, orientação, apoio e acompanhamento temporário, com tratamento médico, psicológico ou psiquiátrico”, esclarece o TJ.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


Engraçado a justiça parece até q ñ tem o q fazer, poxa foi só uma briga de criança isso acontece a justiça tem é q tomar vergonha e dar procedimento a casso q realmente inporte.... Além de tudo ainda querem q a criança passe por psiquiatra ai já é de mais né, como é q essa criança vai cresce................
 
Damiane Martins de Lima em 17/12/2010 07:45:46
Neto de desembargador tem prioridades mesmo no tribunal. cada palhacada que que acontece hoje em dia ! o povinho que nao tem o que fazer, a justica devia procurar fazer justica e nao polemica em casos futeis!
 
cassiana garcia em 17/12/2010 05:33:02
Gente rica me faz rir.
 
Murilo Delmondes em 16/12/2010 09:20:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions