A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/06/2013 07:12

Trabalhador procura a Polícia e diz que foi agredido por funcionário da Enersul

Evelyn Souza

Um homem de 50 anos registrou boletim de ocorrência por lesão corporal dolosa, contra um funcionário da Enersul, no fim da tarde dessa quarta-feira (05), em Campo Grande.

Segundo consta no boletim, o funcionário chegou até o local, na Rua José Antônio, bairro Monte Castelo, uniformizado e com veículo da empresa. Ele teria realizado uma vistoria e em seguida, pedido para que a vítima assinasse uma ocorrência de fraude. A vítima disse que se recusou a assinar o papel e informou que a Enersul já havia feito vistoria dias atrás e que não havia nada de irregular na empresa.

Os dois começaram uma discussão e o funcionário da Enersul, teria utilizado um equipamento de aferição, que tinha nas mãos, para ferir a vítima, que ficou ferida no rosto, principalmente nos olhos.

O homem relatou na delegacia que tentou entrar em contato com a Enersul, mas que a funcionária que atendeu disse que não poderia fornecer informações sobre funcionários. 



Bom não estou aqui pra defender a ENERSUL, eu sou funcionário de uma dessas empresa terceirizada. Se nos usamos capacete e óculos e para nossa proteção individual, o funcionário só esta fazendo o serviço dele, não estou falando o caso desse acontecido. pensa bem se eu nao fizer o meu serviço como e que vou sustentar a minha família??? Muitas pessoas acha que nos que temos que abaixar a conta de energia delas, eu também pago energia e caro, muitas pessoas falam que nos fazemos fraudes nos samos os primeiros a ser fiscalizados.
Eu acho que tinha que ter um pouco de bom senso dos dois lados!!!!!!
 
Cesar frenesi em 06/06/2013 19:29:37
Na verdade esses trabalhadores não são funcionários diretos da Enersul, apesar de estarem executando leitura de energia, são terceirizados e as condições de trabalho são precárias. Não estou querendo defender o leiturista, até porque devemos esperar que a polícia investigue o caso, mas a Enersul, como concessionária responsável pelo serviço de leitura de energia tem responsabilidade pelo atendimento precário quando ela terceiriza uma atividade fim precarizando as relações de trabalho e também o atendimento à sociedade.
Grato
Elvio Marcos Vargas
Presidente - sinergia-MS
Sind Eletricitários de MS
 
Elvio Marcos Vargas em 06/06/2013 15:32:55
Porque não coloca esse besta que se diz funcionário da baixaria chamada Enersul, ir fazer vistorias lá perto do lixão, pra ele ver se consegue agredir alguém no local!
Vagabundo se fosse na minha residência ele ia receber o que merece!
O amigo Paulo Mattos tem razão tem que processar mas a Enersul e mais suja que palanque de galinheiro.
 
Anderson Silva em 06/06/2013 13:55:10
ESSES FUNCIONÁRIOS DA ENERSUL, SE SENTEM DONOS DO MUNDO. JA OBSERVARAM A APARÊNCIA DELES? ÓCULOS ESCUROS, CAPACETE, PARECEM UM POLICIAL DA SWAT. E CHEGAM COM PANCA DE QUEM VAI PRENDER BANDIDO. ASSINAR PAPEL DE FRAUDE, ESTÃO LOUCOS? TEM QUE PASSAR POR UMA PERICIA ANTES SEUS DESPREPARADOS. O QUE ELES DEVEM É NA HORA DE PEGAR O RELÓGIO, CONSTAR QUE O LACRES DO RELÓGIO ESTÃO INTACTOS. COM ISSO, O CONSUMIDOR TIRA DA RETA A COMPROVAÇÃO DE FRAUDE. PORQUE O RELÓGIO PODE DAR DEFEITO E DAI O AZAR É DELES E DE QUEM FEZ O RELÓGIO.
 
LUCIANO MARQUES em 06/06/2013 10:51:03
Era só oque faltava, eles são extremamente mal educados parece até q estão fazendo um favor para gente, esses dias mesmo fiquei com medo de um funcionário desses, ele quase derrubou o portão batendo, estão precisando de formação, já que não tem educação. Fica a Dica.
 
viviane lopes dos santos em 06/06/2013 10:39:42
ser agredido dentro da própria residência é para acabar!!!!
 
gilberto silva em 06/06/2013 09:45:44
Processa amigo, processa que esta empresa merece isso!
 
paulo matos em 06/06/2013 09:04:03
ESSAS ATITUDES NÃO PODEM OCORRER, ISSO É DESRESPEITO AO CIDADÃO, E O PIOR, VINDO DE UM FUNCIONÁRIO PUBLICO!!
 
RAFAEL ALVES em 06/06/2013 07:32:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions