ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Executado havia sido pego com 396 kg de droga

Consulta ao Tribunal de Justiça mostra que a vítima respondia a três processos, dois por tráfico de drogas e um por receptação

Por Viviane Oliveira e Aletheia Alves | 25/10/2020 09:05
Caminhonete que o traficante conduzia parou com as quatro rodas para cima (Foto: Kisie Aionã)
Caminhonete que o traficante conduzia parou com as quatro rodas para cima (Foto: Kisie Aionã)

Foi identificado como Emerson de Lima Furtuoso, 32 anos, conhecido como Cabeçudo, o traficante que foi perseguido por atirador em motocicleta, perdeu o controle da direção da Ford F-250 que conduzia, caiu no Córrego Segredo e foi baleado com ao menos cinco tiros disparados de pistola 9 mm (milímetros).

A mulher, da mesma idade, que seguia com a vítima na caminhonete também foi baleada. Ela foi socorrida à Santa Casa com ferimento na coxa, onde continua internada. O crime aconteceu por volta das 4h da madrugada deste domingo (24), no cruzamento das avenidas Presidente Ernesto Geisel com a Fernando Corrêa da Costa, na região central de Campo Grande.

Em agosto de 2017, Emerson com mais dois comparsas havia sido pego com 396 quilos de maconha congelados no freezer, numa casa do Jardim das Cerejeiras. Na época, o trio foi preso em flagrante no Bairro Estrela do Sul após denúncias anônimas. O grupo foi abordado e depois de a polícia encontrar um molho de chaves no bolso de um deles, Emerson acabou confessando que tinha droga guardada em dois endereços da Capital.

Na época em que Emerson de Lima, vulgo “Cabeçudo” (de camisa cinza) foi preso com os dois comparsas. (Foto: arquivo / Campo Grande News)
Na época em que Emerson de Lima, vulgo “Cabeçudo” (de camisa cinza) foi preso com os dois comparsas. (Foto: arquivo / Campo Grande News)

Consulta ao Tribunal de Justiça mostra que ele respondia a três processos, dois por tráfico de drogas e um por receptação.

Crime - No local onde Emerson foi executado foram localizados 12 estojos e dois projéteis de calibre de pistola 9 mm (milímetros) e um facão. Uma testemunha relatou à Polícia Civil que o atirador acompanhava as vítimas pela via, quando chegou próximo à Avenida Fernando Corrêa da Costa fez alguns disparos até o motorista da caminhonete perder o controle e cair no córrego.

De forma simultânea, o atirador fez o retorno na avenida, parou a motocicleta na Rua Paissandú, desceu e fez mais disparos contra o casal e depois fugiu. Há câmeras de segurança na redondeza e as imagens poderão ajudar a polícia no decorrer das investigações. O irmão da vítima disse à equipe de reportagem que Emerson havia saído de casa com R$ 6 mil em dinheiro, mas que foi encontrado no bolso dele apenas R$ 3 mil.

Paciente - A mulher  que acompanhava Emerson deu entrada às 5h30 na Santa Casa. Segundo a assessoria de imprensa, a paciente está na área vermelha do pronto-socorro com ferimento de arma de fogo na coxa esquerda. Está consciente, orientada e estável no momento. Ela Segue em observação e aguarda avaliação dos demais especialistas para definir a conduta.

Agentes da funerária recolhem corpo de traficante morto com ao menos cinco diparos de pistola 9 milímetros (Foto: Kisie Aionã)
Agentes da funerária recolhem corpo de traficante morto com ao menos cinco diparos de pistola 9 milímetros (Foto: Kisie Aionã)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário