A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/02/2015 07:36

Traficantes vendiam cocaína batizada por R$ 20 em boca de fumo na Nhá-Nhá

Renan Nucci

Aparecido Ossinaga Oliveira da Silva, 22 anos, e Lucian Helan Miranda, da mesma idade, foram presos pelo Batalhão da Polícia Militar do Jockey Club na noite de ontem (12), em Campo Grande, acusados de tráfico. A dupla foi flagrada com 11 papelotes de cocaína batizada, os quais vendiam por R$ 20 a unidade na Vila Nhá-Nhá.

De acordo com o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, Hoffman D'Ávila Cândido e Souza, a polícia recebeu informação de que duas pessoas estariam comercializando entorpecentes pela região, em uma moto Honda Pop 100, e foi apurar.

Durante diligências, por volta das 22h, a equipe flagrou vários usuários em frente a uma casa já conhecida como boca de fumo, onde a moto estava estacionada. Ao notar a presença da viatura, o grupo fugiu, mas Aparecido e Lucian acabaram detidos. Além da droga, portavam R$ 13 e um celular.

Eles disseram ao delegado que compravam a cocaína no atacado e misturavam com outras substâncias para aumentar o volume e lucrar mais – cada papelote custava R$ 20. “Eles batizam a droga com talco, farinha, bicarbonato de sódio e até água de bateria, tudo para incrementar a quantidade”, explicou Hoffman. A dupla, que já tinha outras passagens, foi autuada em flagrante por tráfico e associação ao tráfico. “São velhos conhecidos da polícia”, completou o delegado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions