A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/01/2013 06:55

Três são presos após agressão a policiais no bairro São Conrado

A dupla de policiais militares precisou dar um tiro de advertência para conter agressores

Nyelder Rodrigues

Três homens foram presos na noite de ontem (30) após tentar agredir dois policiais militares durante um atendimento no bairro São Conrado, em Campo Grande.

O caso começou por volta das 22h20, onde uma mulher estaria pedindo socorro em uma casa na rua Capitão Mario Pio Pereira, sob ameaçada do marido, armado com uma faca.

Chegando ao local, o irmão da mulher confirmou os fatos, e o marido, Nilson Carlos Oliveira, de 38 anos, apareceu. Os policias tentaram o abordar, mas ele resistiu e ainda atacou a equipe, chegando a empurrar um dos soldados.

Outros dois familiares, Miguel de Oliveira, e Paulo Marcos de Oliveira também apareceram e tentaram agredir os policiais. Crianças e mulheres também acompanharam a confusão.

Os policiais se afastaram do local, sendo necessário fazer um disparo, em direção à fazenda da Base Aérea, para advertir as pessoas. Ainda assim, Paulo Marcos seguiu xingando, dizendo que a PM “é uma merda”.

Em seguida, os ânimos se acalmaram, e uma equipe do Tático foi ao local como reforço. Ao conversar com a suposta vítima, Erenilda Gauta Evangelista, ela negou que tenha sido agredida, e afirmou que brigas são constantes com o marido Nilson.

Porém, as testemunhas seguiram mantendo a versão de que ele estava a ameaçando. O cunhado de Nilson Carlos também contou que ele o tentou esfaquear. Além disso, Paulo Marcos relatou que todos estavam ingerindo bebidas alcoólicas.

Diante dos fatos, Nilson Carlos, Paulo Marcos e Miguel foram presos por desacato. Durante a prisão, Nilson seguiu oferecendo resistência. Os três foram levados para a Depac Piratininga.



EFICIÊNCIA NO CUMPRIMENTO DO DEVER...PARABENS AOS POLICIAIS!
 
Ramon Brizuena Aniz em 31/01/2013 12:06:57
concordo com o fabio, ele tem razão no comentario.
 
davi de oliveira em 31/01/2013 11:47:45
Admiro muito a profissão dos policiais militares. São homens e mulheres de família, com os mesmos problemas de todo ser humano, que são chamados a qualquer momento para resolver desde picuinhas familiares motivadas por cachaça até ocorrências bem mais graves, e têm de manter os ânimos controlados, apaziguar a situação para depois não ser massacrado pela opinião pública que adora chamar-lhes de "despreparados". Parabéns a esses nobres dessa situação específica que souberam controlar a situação sem cometer infrações ou exceder na conduta.
 
Fabio Pellegrini em 31/01/2013 08:46:16
Com a marvada pinga é que me atrapaio.....
 
juraci montanha em 31/01/2013 08:22:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions