ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Tribunal de Contas estende “home office” até 31 de julho

Suspensão do expediente presencial, há três meses, atende medidas de prevenção à covid-19

Por Clayton Neves | 30/06/2020 15:48
Conselheiros do Ttribunal de Contas quando sessões ainda eram presenciais. (Foto: Arquivo)
Conselheiros do Ttribunal de Contas quando sessões ainda eram presenciais. (Foto: Arquivo)

Portaria do TCE (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) publicada nesta terça-feira (30) estendeu até o dia 31 de julho o serviço “home office” dos servidores do órgão. A suspensão do expediente presencial, há três meses, atende medidas de prevenção à covid-19.

A decisão, assinada pelo presidente do TCE, Iran Coelho das Neves, foi publicada no Diário Oficial e é baseada no aumento de casos da doença em Campo Grande e no Estado. Atende também declaração de emergência em saúde pública internacional da OMS (Organização Mundial da Saúde).

O TCE-MS informou que desde março, todas as atividades administrativas e processuais continuam sendo cumpridas pelos setores, onde é possível  que o trabalho seja desenvolvido com acesso aos sistemas de informática em computadores pessoais dos servidores.