A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020

10/04/2017 13:41

Uniformes serão entregues até o fim do mês, posso garantir", diz Marquinhos

Cerca de 90 mil kits escolares já foram entregues, mas ainda faltam cerca de 13 mil para atender a todos os alunos

Lucas Junot e Richelieu de Carlo
Ao lado da vice prefeita, Adriane Lopes, o prefeito fez o balanço dos 100 dias de administração (Foto: Marcos Ermínio)Ao lado da vice prefeita, Adriane Lopes, o prefeito fez o balanço dos 100 dias de administração (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), disse nesta segunda-feira (10), durante a apresentação do balanço dos 100 da administração municipal, que os uniformes dos alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) serão entregues até o fim de abril. De acordo com o balanço, até o momento foram entregues mais de 90 mil uniformes, tendo ainda a promessa de os cerca de 13 mil kits restantes até o final do mês.

Para a compra de uniformes a prefeitura desembolsou R$ 7,8 milhões. São 350 mil peças de uniforme entre meias, camisetas, bermudas, calça, camiseta manga longa e jaqueta.A Reme conta com 97 mil alunos matriculados.

Com os kits escolares foram gastos R$ 3,4 milhões para comprar 103 mil kits. De acordo com a Semed, são quatro tipo de kits escolares, sendo 16,4 mil para educação infantil e pré escola; 49,7 mil para séries iniciais do 1º ao 5º ano; 32,5 mil para séries finais do 6º ao 9º ano; 4,8 mil para ensino médio EJA (Educação de Jovens e Adultos). Todos, segundo o prefeito serão entregues “até o final do mês, isso eu posso garantir", prometeu.

Há anos os uniformes escolares tem sido motivo de polêmica, pela demora na entrega em 2013, 2014 e 2015 e no ano passado, até a qualidade de bermudas “made in Paraguai” foi questionada. As administrações municipais anteriores foram alvo do MPE (Ministério Público Estadual) por conta da “desorganização” na compra das peças.

"Essa foi uma das dificuldades que tivemos, sem licitação, sem condições nenhuma, nem o procedimento estava aberto, tivemos de aderir a atas de outros estados e isso custa tempo, tem lei, formalidades e burocracia", explicou o prefeito.

Para evitar novo atraso na entrega dos uniformes, Marquinhos Trad afirmou que fará a licitação das roupas em agosto e prometeu entregá-las no primeiro dia de aula de 2018. Neste ano, por conta de problemas no certame, os uniformes começaram a ser entregues somente 51 dias após o início do ano letivo.

No fim de março, o prefeito denunciou que 85 mil peças de uniformes antigos estão no estoque da Semed (Secretaria Municipal de Educação). O chefe do Executivo municipal disse ainda que pediu uma auditoria e que vai acionar os órgãos competentes.

Um dos contratos com a Nilcatex, para a compra de jaquetas de tactel, foi fechado em 2015. Conforme apurou a prefeitura, foram pagos a empresa R$ 4.012.950,00 por 93 mil peças a R$ 43,15 cada uma. Destas, 13.145 não chegaram aos alunos e serão distribuídas agora, junto com o novo uniforme.

Logo depois que veio à tona a questão dos uniformes fabricados no Paraguai, em 2016, o MPE deu dez dias para que a prefeitura se posicionasse e abrisse apuração interna sobre a aquisição de das roupas para Reme.

Conforme a 29ª Promotoria de Justiça existia desorganização, “uma mistura de fases e procedimentos”. “Mistura-se ora procedimento para uniformes de verão, ora de jaquetas (frio), sem maior rigor organizacional”, exemplificou.

Também como exemplo da desordem, a promotoria citou ainda uma situação em que a prefeitura admitiu ter pedido 120 mil jaquetas, porém, teve que anular parcialmente o empenho de pagamento em novembro de 2015, já que haviam 101 mil alunos matriculados.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions