A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/09/2011 10:42

Usuário deve fiscalizar transporte coletivo até nova licitação, diz Rude

Marta Ferreira e Fabiano Arruda
Embora não acredite em queda na qualidade dos serviços, Rudel diz que usuários do transporte coletivo devem estar atentos. (Foto: Simão Nogueira)Embora não acredite em queda na qualidade dos serviços, Rudel diz que usuários do transporte coletivo devem estar atentos. (Foto: Simão Nogueira)

O usuário do transporte coletivo de Campo Grande deve ficar atento, nos próximos seis meses, à qualidade do serviço prestado no transporte coletivo na cidade, e comunicar a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) de problemas detectados, orientou nesta manhã o diretor-presidente do órgão, Rudel Trindade Junior.

Nesse período, vai ser realizada nova licitação do serviços na cidade e a Assetur (Associação das Empresas do Transporte Urbano) vai continuar prestando os serviços, mas já sabendo que o contrato com a prefeitura, que só terminaria em 2014, será rescindido assim que a licitação estiver concluída.

As empresas que fazem parte da Assetur poderão participar da licitação e, por esse motivo, Rudel não acredita em queda na qualidade dos serviços.

“Pelo contrário, elas vão querer mostrar serviço”, concordou, ontem, ao fim da reunião que definiu a rescisão do contrato, o presidente da AGR (Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados), Marcelo Amaral.

Mesmo com essa crença, Rudel orientou o usuário a denunciar problemas que venham a ocorrer.

O diretor-presidente da Agetran afirmou que a expectativa, com uma nova licitação do transporte coletivo, é de que mudanças positivas no serviço.

Ele citou três fatores principais que devem ser considerados na definição da nova licitação: a modernização da frota, o oferecimento de conforto oferecido aos usuários, e a preocupação com a questão ambiental.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions