A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/09/2013 09:17

Usuário madruga e ainda enfrenta fila por 3 horas no posto da Coophavila II

Aliny Mary Dias
Fila começa a se formar ainda na madrugada e indigna quem busca atendimento na UBS (Foto: Simão Nogueira)Fila começa a se formar ainda na madrugada e indigna quem busca atendimento na UBS (Foto: Simão Nogueira)

Acordar de madrugada e ficar pelo menos três horas em pé na fila que vira a esquina, essa é a rotina de usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) que buscam atendimento na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Coophavila II, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande.

Por volta das 6h30 desta segunda-feira (30), mais de 100 pessoas enfileiradas aguardavam uma senha para marcar consulta ou exames. Aqueles que conquistam os primeiros lugares da fila precisam madrugar e até deixar de lado uma noite de sono para garantir o atendimento.

Alguns chegaram no local 3 horas da manhã, mas os moradores garantem que há dias que pessoas passam a noite em claro na fila. A aglomeração que chama a atenção de quem passa pelo local se forma duas vezes por semana, as segundas e quintas-feiras, dias de marcação de consultas e exames. Segundo os usuários, nas segundas-feiras a aglomeração é maior. 

Rayane Dama, 24 anos, é mãe de uma menina de três meses e demonstra a indignação de ter que sair de casa às 3h30 para marcar uma consulta para a filha. “Eu me sinto humilhada, além de ter que ficar mais de três horas aqui, a gente fica em pé sem proteção nenhuma”, conta a jovem.

Rayane acordou cedo e espera atendimento para a filha de três meses (Foto: Simão Nogueira)Rayane acordou cedo e espera atendimento para a filha de três meses (Foto: Simão Nogueira)

A fila ao relento é o motivo da maioria das reclamações. Para a aposentada de 70 anos, Ana Maria Cesar, a situação é revoltante. “Eu acho que deveria melhorar, eu tenho 70 anos e preciso ficar quase 4 horas em pé. O pior é que tem dia que a gente volta pra casa porque a senha acaba”, desabafa.

Além dos aposentados e mães com filhos pequenos, na fila também há aqueles que precisam ir ao trabalho após a espera que parece não ter fim. “Eu acordei 4 horas da manhã, estou mais de duas horas em pé e depois ainda vou trabalhar. Essa é a vida do brasileiro”, conta Gilson Joaquim, 43 anos.

A distribuição das senhas começa por volta das 7 horas da manhã, mas as portas da UBS abrem antes, já que por volta das 6 horas tem início a coleta de sangue e entrega de exames laboratoriais.

 

Aposentada saiu de casa às 4 horas da manhã (Foto: Simão Nogueira)Aposentada saiu de casa às 4 horas da manhã (Foto: Simão Nogueira)

O número de senhas diárias varia de acordo com a especialidade. Em média, de 40 a 80 fichas são entregues aos usuários. Além de clínico geral, os médicos à disposição da população são pediatras, ginecologistas, odontologistas e ortopedistas.

Uma alternativa iniciada no fim do ano passado pela Prefeitura é a marcação das consultas por telefone. Na teoria, o Gisa (Gestão Informação da Saúde) está à disposição da população por meio do telefone 162, mas os usuários garantem que o sistema não funciona.

“A gente liga, mas nunca atendem. Eu já desisti de tentar marcar pelo telefone, a gente tem que se contentar em passar tanto tempo nessa fila”, explica a dona de casa Luzinalva Assunção, 51 anos.



Fila toda vida teve na administração passada, cansei de ficar nas filas do Posto de saúde Dona Neta, tinha que acordar de madrugada e e ficar horas na fila pra pegar senha,agora a coisa mudou, no Dona Neta as pessoas chegam as 6 da manhã e ja pegam a senha sem falar no terceiro turno que todos são consultados sem enfrentar fila e ainda podem marcar pelo telefone,esse posto de saúde do Copavilla tem que seguir o exemplo do Posto de Saúde Dona Neta do Guanandi
 
Ronei Ribeiro em 30/09/2013 15:56:56
É depois que o paciente se estressa e quebra toda a sala de triangem, como aconteceu. vira noticia policial sem saber exatamente o que aconteceu. saude em primeiro lugar o resto agente corre atrás.
 
Santos filho em 30/09/2013 15:16:13
Isso é normal em qualquer posto que marca médico...e sabe o que é engraçado, é que começar a entregar senhora ás 07hs os atendentes (alguns) com má vontade de nos atender, e enrola, e também pode marcar médico 13hs, mas os atendentes dizem que alguns médicos ou exames só podem ser marcados na segunda cedo, eu acho isso um absurdo, muito mal administrado.
 
Giuliana Bertazzoni em 30/09/2013 14:49:35
Além desta filona toda,tem a má vontade de alguns funcionários descontentes com seus salários ou profissão e que tratam agente com total desdem,pois por serem concursados sabem que não perderam seus empregos ou funções,já foi provado que o ideal é a terceirização dos serviços púlblicos,para funcionar melhor.
 
antonio costa em 30/09/2013 14:12:26
Mas o Bernal já não implantou o fila zero ??
 
Ricardo Schell em 30/09/2013 13:34:58
Interessante! Essa realidade colocada pela matéria é totalmente inversa à propaganda que vi semana passada na televisão . O atual prefeito da nossa capital dizendo que não tem mais filas nos postos de saúde, etc e tal....Será que a cidade que ele se referia era outra? Quem queria mudança, tai....
 
Cindy Erreira em 30/09/2013 13:05:44
Minha mãe esteve hoje neste posto. Foi marcar exames de sangue. Chegou na fila às cinco e trinta da manhã. Só que no dia de hoje, foram distribuídas somente 50 fichas para este exame, ou seja, não conseguiu marcar. Terá que voltar na próxima segunda feira, onde os atendentes já avisaram que serão somente 30 fichas, ou seja, pra conseguir marcar realmente vai ter que passar a noite na fila.
 
Wanessa Teixeira em 30/09/2013 12:56:12
Nossa isso é uma vergonha, olha quantas pessoas aguardando para conseguir agendar uma consulta ou exame, perdendo noites de sono para garantir uma vaga na fila, até quando isso vai continuar? será que providencias nunca sarão tomadas? Isso é uma humilhação com o cidadão, pessoas que necessitam de atendimento e ter que aguardar horas para serem atendidas, pior de tudo é que além de terem que esperar para o atendimento é ter que aguardar ( Consulta/Exame ) para até 30 dias ou mais. Ressaltando o assunto, existem outros postos de saúde que a situação está bem pior que isso. Investiram nos UPA da vida, mas o que adianta ter uma Unidade de Pronto Atendimento e não ter o atendimento que se necessita.
 
Vanessa.Silva em 30/09/2013 12:55:06
OLha é total desrespeito mesmo, isto se falar que pelo menos no período da noite, tem umas pessoas que entende na triagem super mal, é forte e aparentando uns 54 anos, nossa como é grosseira, sempre de cara feia, não quer trabalhar fica em casa, e eu estive la hoje pela manhã, sem éxito, voltei ´para a casa depois de 3 horas esperando com um encaminhamento para fisioterapia e ultrassom dos quadris após uma queda de Motocicleta.Detalhe ainda vim para o trabalho atrasada mesmo para não perder meu dia.Acorda povo brasileiros, de a resposta nas urnas.
 
marines fernandes em 30/09/2013 12:45:54
CADE OS PROJETOS DOS NOSSOS NOBRES VEREADORES EM PROL DA SAÚDE?
VEREADOR MÉDICO QUE CASSAR O PREFEITO A QUALQUER CUSTO ESTA FAZENDO OQUE ?
CHEGA GENTE DE QUERER CASSAR E VAMOS TRABALHAR EM PROL DA POPULAÇÃO SE NÃO NA PRÓXIMA ELEIÇÃO NÃO VAI TER MAIS O POVO PARA VOTOR EM VOÇÊS.
PENSEM BEM NESSA IDÉIA.
 
FABIO DE MELO em 30/09/2013 11:14:00
Nao adianta culpar essa ou aquela administração ...a verdade é uma só ...entra governo e sai governo e tudo continua e vai continuar assim pro resto da vida...enquanto tiver essas leis que nao funcionam ...é gente roubando muito em todo lugar e nao vai pra cadeia......sempre vai ser assim ....o pais tem dinheiro de sobra pra ter uma saude de qualidade ...mas como tem tanta roubalheira ...fica nisso ai ...nunca vai mudar !!!!!
 
ROGERIO CARVALHO em 30/09/2013 10:15:39
São mais de dezesseis anos no poder entre Governador e prefeito de tempo ininterrupto administrado por médiicos e não houve a real consciencia do caos que é a saúde pública em nosso estado.Em dezembro ultimo , final de governo do prefeito Nelson Trad Filho, a debandada foi geral com a saida de dezenas de profissionais da saúde.O Atual prefeito , Alcides Bernal, pouco fez,e pelo visto, pouco fara dada a inercia de seu governo. População , acordem ,prestem muita atenção em quem vão votar, senão perdem o direito de reclamarem.
 
altamir batista de amorim em 30/09/2013 10:05:17
Parabéns à todos que queriam e votaram na "mudança".
 
Rodrigo Adania em 30/09/2013 09:58:08
Bom dia a todos os leitores, será que esse pessoal todo conseguiram marcar exames??Pois na região norte da cidade, a 15 dias nao estao marcando exames pois fomos informados que esta em falta os kits para coleta de exames. VERGONHA, pois enquanto os vereadores e governantes da cidade estao preocupados em derrubar o prefeito, estao tirando tudo dos menos favorecidos que estao necessitando de atendimentos, abram os olhos pois ano que vem tem eleiçoes vamos ver se o povo que fala tao mal da politica vai fazer a diferença na hora de votar vamos ver ate onde vai essa briga politica. Governantes tem crianças com suspeitas graves de enfermidades precisando de urgencia nos exames e os postos sem kits de coleta fala serio......
 
MARA FERREIRA em 30/09/2013 09:48:11
Eu fiquei 2 horas esperando para meu guri ser atendido pelo dentista na CASSEMS.
 
luiz alves em 30/09/2013 09:46:31
Ainda ontem ouvi lá no São Conrado uma familia elogiando o atendimento no posto de saúde da Vila Almeida a noite. Hoje existe o consulta unica toda semana para ajudar, tem plantão a noite; está muito melhor do que antes.
 
luiz alves em 30/09/2013 09:45:21
Esta ai a mudança que o Bernal iria fazer na saúde, agora não adianta reclamar. Na época do prefeito anterior, as pessoas agendavam por telefone ou internet uma vaga para qualquer posto de saúde de Campo Grande.
 
Marcos Wild em 30/09/2013 09:45:06
a mudanca chegou.....nao era isso que o povo queria...as pessoas em primeiro lugar, SO QUE NA FILA.....kkkkk....temos o que merecemos
 
gustavo passos em 30/09/2013 09:43:52
Médico prefeito 8 anos, médico governador 8 anos, depois médico prefeito mais 8 anos, médico presidente da câmara e a saúde este caos.
 
Placida Barros em 30/09/2013 09:41:42
É isso ai galera, quando ainda era criança minha mãe acorda bem cedo para ir pegar senha no antigo INANPS, por que hoje vcs não podem pegar fila, tão querendo o que, vcs tem o que merecem, continue a votar errado e sempre continuara isso ai.
 
jose carlos em 30/09/2013 09:36:42
SÓ LOUCO IA ACREDITAR QUE O PREFEITINHO ELEITO IA ACABAR COM ESSA FILA RS RS RS ... AGORA VÃO TER QUE AGUENTAR ESSA FILA. PARABÉNS ELEITORES NÃO ADIANTA RECLAMAR...
 
Antonio Mendez em 30/09/2013 09:27:40
Enfrentam fila porque o Secretário de Saúde e o atual Prefeito não querem dar continuidade com o tal do Sistema GISA, que por sinal não funciona no telefone 162, mas sim no 160. Mas não está funcionando para todas as unidades de saúde de Campo Grande, conforme reportagens deste site, o Portal de Voz está disponível em torno de 30 unidades de Saúde, ou mais, mas também além de verificar se a sua unidade de saúde tem o portal funcionando, o CNS tem que estar vinculado a esta unidade de saúde...
 
Carlos Antônio em 30/09/2013 09:27:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions