ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Vale tudo para motorista cruzar o 'pior asfalto da cidade' na Vila Sobrinho

Alcides Bernal firmou um contrato de R$ 1,2 milhão para obra na via em 2016

Por Yarima Mecchi | 01/02/2017 12:26
Condutor precisa usar pista contrária para desviar dos buracos. (Foto: André bittar)
Condutor precisa usar pista contrária para desviar dos buracos. (Foto: André bittar)

Com o recapeamento da Rua Fernando de Noronha parado desde o ano passado, motoristas que passam pelo local trafegam até na contramão para fugir dos buracos. Conhecida na região da Vila Sobrinho, oeste de Campo Grande, como um dos piores asfaltos da cidade, a via é uma mistura de recapeamento, remendo e uma buraqueira sem fim.

As obras, que começaram em 2016, foram paralisadas após a falta de pagamento por parte do Executivo Municipal com a empresa contratada. Apenas cerca de 200 metros de asfalto foram recapeados.

Quem sofre com as más condições no restante da via são os condutores. No sentido Centro/Bairro são tantos buracos que os motoristas precisam trafegar pela contramão. A rua que fica entre as avenidas Tamandaré e a Presidente Vargas. 

O ex-prefeito Alcides Bernal (PP) firmou um contrato de R$ 1,2 milhão para o recapeamento da via. Mas, de acordo com a nova gestão, que assumiu em janeiro deste ano, o serviço foi parado por conta do atraso no pagamento das primeiras medições.

Trecho atrás de cemitério está mais crítico. (Foto: André Bittar)
Trecho atrás de cemitério está mais crítico. (Foto: André Bittar)

Conforme a nota enviada pelo Executivo Municipal, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que só irá fazer recapeamento depois de finalizados os serviços urgentes, como tapa-buraco.

"Vale salientar que Campo Grande tem aproximadamente 2 mil quilômetros de vias não-pavimentadas e como o parque de máquinas da Prefeitura está bastante sucateado, é insuficiente para cobrir todo este perímetro", diz a nota.

Ainda não há um prazo para o serviço ser retomado no local e o contrato está sendo revisto pelos técnicos da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). "A obra será retomada conforme a disponibilidade financeira da prefeitura".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário