A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/10/2012 09:42

Vendaval em Campo Grande deixou 5 mil moradores sem luz

Luciana Brazil
Árvores são as grandes responsáveis por quedas de energia. (Foto: Minamar Júnior)Árvores são as grandes responsáveis por quedas de energia. (Foto: Minamar Júnior)

Com o forte vendaval que atingiu Campo Grande na manhã de hoje, com ventos de até 104 quilômetros por hora, cerca de cinco mil clientes ficaram sem energia, de acordo com a Enersul (Empresa de Energia Elétrica de Mato Grosso do Sul). O número representa 1,7% do total de clientes.

A concessionária registrou mais de 400 ordens de serviço referentes à falta de energia. O número é quatro vezes maior do que a rotina da empresa, de acordo com a assessoria de imprensa. Foram 424 chamados que estão sendo atendidos pela concessionária desde o início da manhã.

Entre os bairros atingidos está a Vila Popular, o Parque dos Poderes, Moreninha, jardim Centenário, Mata do Jacinto e Jardim Paulista. As quedas de árvores foram as maiores responsáveis pela falta de energia, segundo a Enersul.

A distribuidora de energia afirmou que não é possível informar até o momento em quais locais a energia já foi estabelecida. A empresa ressaltou que os problemas foram pontuais, apesar do grande número de moradores que ficou sem luz. “São problemas pulverizados”, informou o assessor Henrique Xavier.

Três torres de transmissão de energia da empresa Plena, localizada em Nova Alvorada do Sul, também foram danificadas com chuva. As primeiras informações são de que as torres teriam ficado tortas com a força do vento. A empresa ainda não confirmou os estragos, mas garantiu que os problemas já estão sendo avaliados.



Passou a hora de Enersul, concessionário em uma das cidades mais arborizadas do pais, trabalhar com fiação enterrado, assim como em Rio, São Paulo e muitos outros lugares.
Além de evitar a queda de energia em caso de vendaval (pois galhos de arvores não afetam fiação subterrânea) evita também problemas em caso de acidentes de transito e com raios (também muitos frequentes neste estado), assim como facilitar o transito de caminhões altas.
Acredito que a economia com manutenção e indenizações deve compensar o maior custo de instalação. Morei 35 anos em um lugar com fiação enterrado, e loja de informatica la nem venda no-break!
 
Marcos da Silva em 16/10/2012 12:31:00
Um absurdo com o consumidor ficar das 3:15 da manha até o presente momento 10:46 sem energia elétrica. Nos consumidores poderíamos pelo menos ser irfoado do que esta havendo, pagamos preço alto pela energia consida. Poderíamos ter um respeito maior....
 
Nilson Narezi em 16/10/2012 10:48:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions