ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Vigilância retorna a call center da Oi, que corre risco de nova interdição

Por Marta Ferreira e Lucas Mamédio | 23/03/2020 10:45
Imagem recebida pelo Campo Grande News mostra trabalhadores no call center da Rua Maracaju. (Foto: Direto das Ruas)
Imagem recebida pelo Campo Grande News mostra trabalhadores no call center da Rua Maracaju. (Foto: Direto das Ruas)

A Vigilância Sanitária está, novamente nesta manhã,  fiscalizando o prédio da BTCC na Rua Maracaju, em Campo Grande, interditado na sexta-feira passada (20) por descumprir regras de proteção aos funcionários quanto a medidas para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

O chefe da Vigilância Sanitária, Sílvio Lima, se forem constatados os mesmos problemas da semana passada, haverá nova interdição, apesar de a empresa ter voltado ao trabalho sob força de liminar concedida pela justiça estadual.

Presente no local, o secretário de segurança pública do Município, Valério Azambuja, disse que a preocupação é em evitar aglomeração na empresa e, assim, impedir a proliferação do vírus. De acordo com ele, se o funcionário é contagiado, vai acabar levando para a família, e prejudicando o combate ao coronavírus.

De acordo com as informações divulgadas, a prefeitura recebeu denúncias de que os call centers operaram irregularmente durante o fim de semana toda. No geral,. foram mais de 300 chamadas à Ouvidoria Municipal, segundo Sílvio Lima.

Teve de ir – A reportagem localizou, na saída do local, funcionária que havia sido dispensada com a orientação de ir ao médico buscar atestado, por estar com sintomas como tosse e coriza. Segundo ela, quando houve a convocação para o trabalho, depois da concessão de liminar pela justiça, a supervisora foi avisada, mas ainda assim, solicitou que fosse até o trabalho, para ser orientada.

A funcionária disse ter conversado com várias pessoas até isso acontecer. Pelo protocolo em vigor do Ministério da Saúde, pessoas com sintomas desse tipo devem evitar o convívio, pois eles podem ser da forma mais leve da doença.

Em nota enviada à imprensa, a BTCC diz que vai operar com menos funcionários e que adotou uma série de medidas para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Assista ao vídeo: