A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/02/2016 10:46

Vinte dias após crime, não há pistas de suspeita de matar manicure

Luana Rodrigues
Gabriela Antunes Santos suspeita de ter matado a manicure Jeniffer Nayara, está foragida. (Foto: Pedro Peralta)Gabriela Antunes Santos suspeita de ter matado a manicure Jeniffer Nayara, está foragida. (Foto: Pedro Peralta)

Vinte dias após a morte da manicure Jeniffer Nayara Guilherme de Morais, 22 anos, a polícia ainda não sabe o paradeiro de Gabriela Antunes dos Santos, 20 anos, principal suspeita de ter cometido o crime. Somente Emylly Karoliny Leite, 19 anos, acusada de ter colaborado com o homicídio, está presa. O delegado estuda pedir a prisão preventiva das suspeitas, caso a que está foragida não se apresenta.

Gabriela é procurada pela polícia porque está com mandado de prisão temporária em aberto, desde o dia 20 de janeiro. De lá para cá, ela e Emylly já tiveram dois advogados, que prometem que a foragida vai se apresentar, mas até agora não se tem notícias dela. “Vou esperar até o fim do carnaval, pois tenho até o dia 19 para relatar o inquérito, se Gabriela não se apresentar, vou pedir a prisão preventiva das duas e encerrar o caso. Mesmo assim, enquanto isso, nossas equipes estão nas ruas em busca dela”, esclareceu o delegado, Alexandre Evangelista.

No dia 21 de janeiro, a advogada Estella Gisele Bauerneister disse que iria fazer o pedido de revogação da prisão de Gabriela. “Já estive na delegacia, já falei com o delegado, assumi o caso e garanto que na terça-feira ela se apresentar. Só vai depender mesmo do despacho do Juiz. Assim que o ele apreciar o pedido de prisão dela vou apresentar”, disse Estella.

Hoje o Campo Grande News tentou falar com a advogada, mas até o fechamento desta reportagem, ela não atendeu, nem retornou as ligações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions