ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Vizinho de desembargador faz festinha barulhenta e 28 acabam na delegacia

Por Antonio Marques e Mariana Castelar | 25/03/2016 08:26
Jovens aguardam liberação no pátio da delegacia. (Foto: Marcos Ermínio)
Jovens aguardam liberação no pátio da delegacia. (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de ir 3 vezes em uma casa no bairro Santa Fé e pedir para os jovens baixarem o som e controlarem a baderna em festa particular, a Polícia Militar mobilizou oito viaturas e levou todo mundo para a delegacia nesta madrugada. O grupo amanheceu fichado. Foram levadas 28 pessoas, que vão responder por pertubação da ordem e do sossego alheio.

De acordo com os policiais que participaram da ação, os jovens não obedeceram a ordem para reduzir a bagunça por três vezes. Ao contrário, na quarta vez, sabendo que a polícia estava na frente da residência, localizada na Rua Pernambuco, logo depois da Rua Ceará, com giroflex ligado, eles ainda aumentaram mais o som e começaram a vaiar a presença dos policiais.

Ainda assim, o policial disse que a equipe ficou aguardando alguém da residência sair para que eles pudessem agir. No momento em que um dos jovens abriu a porta, os policiais entraram para acabar com a festa. Diante do movimento na rua, o desembargador Luiz Gonzaga Mendes Marques, que mora a duas casas do local da bagunça, deu a ordem para que a Polícia Militar levasse todos para a delegacia.

Os 28 jovens, com idades entre 20 a 25 anos, de classe média alta, foram levados em oito viaturas, sem algemas. As nove mulheres seguiram no banco de trás, detalhou um policial que participou da ação. Apenas dois dos homens resistiram a prisão.

Junto com os jovens, a polícia apreendeu 14 garrafas de vodca, quatro de uísque e narguilés. Depois do registro da ocorrência no início da manhã, os policiais aguardavam a presença do desembargador na delegacia para liberação das pessoas apreendidas.

Todos aguardam no pátio da delegacia, sob escolta da Polícia Militar.