ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Volta às aulas a partir de 1º de julho “tem condições”, afirma Marquinhos

Calendário de reabertura gradual ainda não foi divulgado; primeiro, crianças de 0a 7 anos poderão ir para escolas

Por Anahi Zurutuza | 05/06/2020 13:22
Prefeito Marquinhos Trad durante a transmissão ao vivo desta sexta-feira (Foto: Reprodução)
Prefeito Marquinhos Trad durante a transmissão ao vivo desta sexta-feira (Foto: Reprodução)

Há algumas condições para que escolas particulares possam reabrir no dia 1º de julho, dentre elas a revisão dos planos de biossegurança apresentados por entidades que representam as instituições. O planejamento, segundo anunciou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) na transmissão ao vivo da tarde desta sexta-feira (5), passará por avaliação da Prefeitura, do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) e da Câmara Municipal.

“Vai reabrir? Depende. Foi-se criado um calendário a partir do dia 1 de julho. Mas não quer dizer que serão reabertas. Vai depender de algumas coisas, o não crescimento da ocupação de leitos, a curva baixa de infecção, vistoria completa do plano de biossegurança”, detalhou o chefe do Executivo municipal as outras condições.

Marquinhos reafirmou o que já havia dito ao Campo Grande News após a reunião de ontem (4): a volta às aulas terá de ser gradual. As escolas que tiverem, portanto, condições de reabrir, a partir de 1º de julho só poderão receber alunos de 0 a 7 anos.

O calendário completo ainda não foi divulgado. O MPMS, que mediou o encontro entre prefeitura e representantes de escolas ontem, ficou de divulgar o cronograma nesta tarde.

Colégio Dom Bosco quando ainda estava em funcionamento, em março (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Colégio Dom Bosco quando ainda estava em funcionamento, em março (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)