A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/09/2011 11:57

Volta às aulas de alunos que passaram mal terá prefeito no almoço

Marta Ferreira

Das 180 crianças que tiveram intoxicação alimetar, duas continuam internadas

Prefeito foi hoje à escola e marcou de almoçar no local na segunda-feira, quando as aulas recomeçam. (Foto: Divulgação)Prefeito foi hoje à escola e marcou de almoçar no local na segunda-feira, quando as aulas recomeçam. (Foto: Divulgação)

A escola onde crianças passaram mal na terça-feira no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, volta às aulas na próxima segunda-feira e vai ter um convidado ilustre para o almoço. O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) esteve no local hoje e combinou com os funcionários da escola Iracema Maria Vicente que vai participar do almoço de segunda.

De acordo com o que a Prefeitura divulgou, a presença do prefeito é para reforçar o apoio aos servidores e deixar “evidente que a administração municipal dedica aos alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) a mesma atenção que daria à própria família”.

Das 180 crianças atendidas em hospital após o mal estar na escola, na terça-feira, duas continuam internadas, uma de 8 e 5 anos, que estão no Hospital Regional, com previsão de sair hoje. Outras duas, de 10 e 8 anos, receberam alta pela manhã. Todas tiveram sintomas de intoxicação alimentar.

A coordenadora de Urgência da Secretaria Municipal de Saúde, Gislaine Poleto, informou que funcionários do Município acompanharam a alta e, assim como foi feito com as outras crianças que passaram mal, forneceram soro fisiológico às famílias, para a fase de recuperação dos estudantes.

As causas da intoxicação alimentar ainda estão sob investigação. O resultado dos exames laboratorais nos alimentos e na água servida deve demorar de 15 a 20 dias, segundo a coordenadora.

De acordo com ela, as famílias das crianças responderam um questionário que vai fazer parte do inventário da Vigilância Sanitária sobre o problema na escola. Quatro professores também passaram mal e precisaram ser atendidos.

Apoio-Hoje cedo, o prefeito voltou à escola e, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura divulgou, a visita foi de solidariedade à equipe de funcionários.

“Estou do lado de vocês. Sabemos do compromisso e do zelo de todos os professores, zeladores, administrativos, merendeiras e diretores para com esta escola, que é referência e modelo de ensino de qualidade na Capital. Esse triste episódio não deve afetar o trabalho e deixar diminuir a energia que todos vocês dedicam aos nossos estudantes”, afirmou o prefeito aos funcionários.

Na visita, o prefeito disse que, em momento algum, desconfiou da falta de cuidado da equipe da escola. “A gente acompanha e sabe o quanto esse pessoal se dedica. Existe uma energia irradiante aqui dentro e um caso isolado não vai fazer com que nada disso mude. Ao contrário. Agora, é dar sequência na mesma linha de atuação, buscando manter a excelência que conseguimos atingir”, disse.

Segundo a diretora afirmou durante a vista, a maioria dos pais está solidária e, apesar do incidente. “Os pais vêm ou telefonam a todo o momento para dizer que acreditam que o que aconteceu foi uma fatalidade. Claro que ninguém quer ver o filho passar mal ou sofrer qualquer coisa, mas a maioria vem nos dizer que tudo será superado e que continuam acreditando que os filhos estão em boas mãos”, relatou a educadora.

Por fim, o prefeito definiu o caso como isolado. “Estarei com a secretária de Educação, Maria Cecília, participando da refeição junto com as crianças e os funcionários, para deixar registrado que não existe qualquer razão para que haja receio por parte de ninguém”, considerou Nelsinho.

A escola é considerada modelo, pelo sistema de tempo integral, e é bastante concorrida.



Nenhum funcionário passou mal? Apenas as crianças? A comida e bebida (água) não é a mesma servida a todos? Seria o leite? Muito esquisitomesmo, eu sou mae, trabalho fora e minhas filhas ficam em uma escola em tempo integral, a minha confiança na instituição é o que permite que eu trabalhe e colabore com a sociedade... mas quando me deparo com este tipo de noticia, claro, que me abalo imediatamente
 
ana Brito em 29/09/2011 12:15:14
sou pai de uma filha que estuda na escola,Iracema Maria Vicente minha filha foi umas das que passou mal,e graças a Deus já está bem a escola é maravilhosa os funcionários,professores e a Diretora também são muitos atênciosos com todos os alunos na opinião foi um caso isolado e ele não tem nada a ver com o que aconteceu!!!! parabéns diretora pela escola!!!!!
 
Aldo Lima em 29/09/2011 02:52:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions