A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/08/2009 18:27

Casos de dengue triplicam em MS em relação a 2008

Redação

Hoje o Ministério da Saúde confirmou tendência de queda de notificações este ano em relação a 2008 sobre os casos de dengue no Brasil, num percentual que atinge 47,9%. No entanto, em Mato Grosso do Sul, os números triplicaram: enquanto no ano passado foram registrados 3.984 casos, até julho deste ano os casos subiram para 12.176.

Na região Centro-Oeste houve significativo aumento, já que de 59.404 casos registrados no ano passado o número subiu para 71.020 neste ano.

Enquanto Goiás teve queda de 42.092 casos para 25.126, Mato Grosso contabilizou aumento de 10.369 registros para 32.434. Já o Distrito Federal reduziu os casos de 2.959 para 1.284 neste ano.

A análise do Ministério da Saúde comparou os registros de casos de dengue dos Estados e do Distrito Federal entre janeiro e 4 de julho deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Neste intervalo, em 2009, foram notificados 387.158 casos da doença, contra 743.517 em 2008.

Em 20 estados e no Distrito Federal, houve redução no número de pessoas com dengue. O destaque foi o estado do Rio de Janeiro, com a maior queda (96,2%). Além de Mato Grosso do Sul, Amapá, Bahia, Espírito Santo e Mato Grosso registraram aumento.

Também foi registrada queda (de 80,7%) nos casos graves de dengue, que passaram de 20.229, em 2008, para 3.896, em 2009. Esses casos correspondem à soma dos registros de DCC (Dengue com Complicações) e FHD (Febre Hemorrágica de Dengue).

Mortes - O boletim mostra, ainda, uma redução de 65,7% nas mortes em decorrência da dengue. De acordo com dados enviados até o início de julho, houve 156 óbitos este ano, enquanto que no mesmo período do ano passado ocorreram 455.

Para o Ministério da Saúde, os dados devem ser analisados com cautela, pois se ações contra a doença não forem mantidas durante os períodos de baixa transmissão e reforçadas nas épocas de pico, o número de casos e óbitos pode voltar a aumentar.

Portanto, as ações de controle e prevenção devem ser permanentes e envolver governo federal, estados e municípios, além da população, entidades de classe, organizações não governamentais e iniciativa privada.

A mobilização para evitar um agravamento do quadro de dengue em 2009 foi intensificada pelo Ministério da Saúde em outubro de 2008, meses antes do início do período de maior transmissão da doença, que vai de janeiro a maio.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions