A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/11/2015 19:11

Casos suspeitos de dengue crescem 85% em uma semana e estado intensifica ações

Flávia Lima
Acúmulo de objetos que armazenem água é risco em potencial para proliferação do mosquito. (Foto:Direto das ruas)Acúmulo de objetos que armazenem água é risco em potencial para proliferação do mosquito. (Foto:Direto das ruas)

O número de casos notificados suspeitos de dengue em Mato Grosso do Sul cresceu 85% em relação a semana passada, quando as notificações somavam 127, no período de 25 a 31 de outubro.

Já na semana que compreende o período entre os dias 1º e sete de novembro, o número saltou para 236 notificações, o que totaliza 31.962 casos no Estado. Quanto ao número de óbitos, não houve alteração, com 13 mortes confirmadas desde o início do ano e uma morte ainda em análise, ocorrida em Miranda.

Ao todo, 67 cidades estão na lista de municípios com maior incidência da doença. Na liderança ainda continuam Iguatemi, com 1280 casos, Selvíria, com 379, Sonora, com 954 e Itaquiraí, com 1010 notificações.

Campo Grande e Sonora registraram duas mortes cada e Dourados, três. Em 2014 foram 9.256 casos notificados, o que representa um crescimento de 245% em relação ao ano passado.

Assim como a prefeitura, a secretaria de Saúde do Estado lançou campanha para intensificar os trabalhos de combate e monitoramento dos focos do mosquito Aedes Aegypti, no interior, especialmente porque o penúltimo boletim, lançado há duas semanas, havia registrado uma diminuição de 12% nas notificações, no período de uma semana.

O início do período de chuvas também é uma preocupação. O objetivo é acompanhar os trabalhos em campo dos agentes dos municípios e também realizar capacitações sobre as ações estratégicas no combate ao mosquito.

Desde abril os municípios tem recebido a visita de técnicos da Coordenadoria Estadual de Controle de Vetores para monitorar as ações, em especial os municípios com registro de alta incidência da doença, de acordo com o boletim epidemiológico semanal.

Em novembro, municípios como Costa Rica, Bonito, Sidrolândia e Rio Brilhante já estão recebendo os agentes estaduais para o trabalho conjunto aos agentes municipais.

De acordo com o calendário de visitas técnicas, Campo Grande será o ultimo município a receber em dezembro, os técnicos para o acompanhamento das ações, já com o planejamento para o ano de 2016.

Além dos agentes, a SES também desenvolve trabalhos para conscientizar a população e reforçar os cuidados através da conscientização sobre medidas que evitem o acúmulo de água em locais que favoreçam a reprodução do mosquito da dengue.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions