A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/04/2009 17:22

Cassems altera estatuto e "reconhece" união gay

Redação

A alteração do estatuto da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) que permite a inclusão no seguro saúde de parceiros do mesmo sexo foi aprovada na tarde de hoje, durante assembléia geral da entidade.

Conforme o presidente da Cassems, Lauro Sérgio Davi, o direito de incluir parceiro do mesmo sexo no plano de assistência dos servidores foi colocado em pauta devido ao "grande" número de pedidos e depois de lei aprovada no Legislativo, que permitiu a inclusão.

"Nós vínhamos recebendo solicitações tanto judiciais quanto administrativas, então decidimos colocar em pauta a questão. Não vejo nenhuma polêmica nisso, pois é uma tendência na sociedade", argumentou Davi.

As alterações no estatuto foram debatidas antes da votação, que teve quatro votos contrários e duas abstenções, o restante, cerca de quinhentas pessoas foram favoráveis as mudanças.

Apesar de ter sido aprovado pela maioria, poucas pessoas se dispuseram a comentar sobre a alteração mais polêmica do estatuto, restringindo-se a dizer: "acho normal".

O servidor da Secretaria de Saúde, Julio César das Neves, um dos poucos a falar abertamente, defendeu o respeito às diferenças. "Todos têm de ter garantias de acesso a seus direitos. E, se uma pessoa decide se casar com outra do mesmo sexo, temos de respeitas isso. A Cassems não poderia fechar os olhos para a questão".

Para um servidor poder incluir o cônjuge do mesmo sexo no plano de saúde da Caixa de Assistência ele terá de comprovar a união homoafetiva através de uma certidão civil de União. "Isso já é feito pelos cartórios de Mato Grosso do Sul", ressalta Davi.

Outros itens - Na assembléia geral de hoje, também foi aprovada a ampliação de membros dos cinco conselhos da Instituição. "Vamos trazer mais categorias para serem representadas. Nós ganhamos com isso, pois vamos ouvir a opinião de um grupo mais amplo de servidores. O que é natural porque crescemos".

Ainda foi colocada na pauta de votação a extensão do mandato da diretoria por mais um ano, o que elevaria o tempo de permanência nos cargos para quatro anos. Mas proposta foi retirada da pauta e não rejeitada, como foi informado anteriormente..

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions