A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/01/2013 10:30

Cassems quer iniciar construção de hospital na Capital ainda este ano

Eleição para o triênio 2013-2016 será no dia 1º de março; atual presidente, Ricardo Ayache, encabeça chapa única

Carlos Martins
Ricardo Ayache: em abril Cassems conclui construção do oitavo hospital em Coxim (Foto: Minamar Júnior)Ricardo Ayache: em abril Cassems conclui construção do oitavo hospital em Coxim (Foto: Minamar Júnior)

A expectativa é que pelo menos 50 mil associados participem no dia 1º de março da eleição da Caixa de Assistência aos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) para o triênio 2013-2016. A eleição terá chapa única encabeçada pelo atual presidente, o médico Ricardo Ayache. Depois de concluir o processo de regionalização, o grande projeto é iniciar este ano a construção de um hospital em Campo Grande.

A chapa “Nossa Vida Cada Vez Melhor” terá ainda como 1º vice-presidente Ademir Cerri (secretário de comunicação da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) e 2º vice-presidente Alexandre Júnior Costa (presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social).

De acordo com a presidente da Comissão Eleitoral, Jucli Terezinha Stefanello Peruzo, é importante que os servidores efetivos e aposentados do Estado que precisem regularizar sua situação procurem as unidades da Cassems até o dia 26 de janeiro. “No dia 28 ou 29 vamos puxar a lista para saber o total dos associados aptos a votar”, informou Jucli, que é diretora de Clientes da Cassems. Os associados também votarão para eleger 15 membros do Conselho de Administração e 12 do Conselho Fiscal, com representação dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

A Cassems atende hoje cerca de 175 mil vidas em todo o Estado. O quadro de associados titulares é de 75.605 servidores. Esse grupo inclui os associados vindos de vínculos temporários e que incluem comissionados e professores convocados. Nas últimas eleições, há três anos, em torno de 11 mil associados votaram na chapa que tinha como presidente Lauro Davi e Ricardo Ayache como vice. Com a eleição de Davi em 2010 para deputado estadual, Ayache assumiu a presidência para completar um ano e meio do mandato que restava.

"É importante que o servidor efetivo e aposentado compareça e vote para dar legitimidade à chapa, que foi escolhida por consenso entre os associados”, reforçou a presidente da Comissão Eleitoral, Jucli Peruzo. Ela é servidora de carreira da Secretaria Estadual de Educação e fazia parte do conselho da Previsul, que foi extinta no final de 2000. No início de março de 2001, foi criada a Cassems e Jucli entrou para o Conselho.

As eleições no dia 1º de março começam às 8h e se estenderão até as 18h. O associado da Capital irá votar na sede da Cassems, na Rua Antônio Maria Coelho, 6065. No interior, a votação será nas 75 unidades que a Cassems mantém no Estado.

Atualmente, a rede credenciada conta com mais de 2 mil profissionais de saúde nas áreas de medicina, odontologia, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e nutrição. A Caixa de Assistência possui ainda rede própria com 17 Centros Odontológicos, 8 Centros Médicos e 7 hospitais em Aquidauana, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, ponta Porã e Três Lagoas.

Satisfação - Segundo Ricardo Ayache, pesquisa realizada pela Agência Nacional de Saúde no fim do ano mostrou que o índice de satisfação do associado da Cassems foi de 82% para ótimo e bom. “Mostra que estamos no caminho certo”, afirmou. Para o próximo mandato, ele diz que a Cassems vai trabalhar para finalizar o processo de regionalização do atendimento com a conclusão do oitavo hospital da Cassems até o mês de abril em Coxim.

“Faremos ainda a ampliação dos hospitais de Naviraí e de Três Lagoas. Também está em estudo à implantação de uma estrutura hospitalar em Corumbá. A ampliação da rede hospitalar é importante porque cada hospital se torna um polo de saúde naquela cidade”, explicou o presidente e candidato. Também faz parte dos projetos da Cassems a ampliação da odontologia no interior e a ampliação dos programas de prevenção, com alguns projetos, entre eles, o do “Ônibus da Saúde”, em parceria com o Hospital do Câncer Alfredo Abrão.

Concluída a estruturação hospitalar no interior, o grande projeto é a construção de um hospital em Campo Grande, projeto que já estava sendo discutido há algum tempo. “Centramos os investimentos no interior porque existia uma urgência maior, mas concluído esse processo vamos iniciar ainda este ano o projeto do hospital em Campo Grande que será referência no Estado”.

Mesmo sendo o candidato de uma chapa única, Ricardo disse que irá fazer campanha, para dialogar com o servidor. “Conversando com o servidor, ouvindo suas sugestões e agindo de forma transparente. Foi dessa maneira que a Cassems cresceu e vamos continuar dessa maneira”, finalizou Ricardo Ayache, que é servidor da Secretaria Estadual de Saúde.



Parabéns Ricardo, que o sr. continue fazendo esse ótimo mandato que se faz hoje frente a esta importante instituição do MS.
 
luizio espinoza em 21/01/2013 18:35:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions