ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

CCR vence leilão da 163 com deságio de 52,74% e pedágio será R$ 4,38

Por Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos | 17/12/2013 09:21
Imagem mostra distribuição de postos de pedágios em MS. (Foto: Reprodução/ANTT)
Imagem mostra distribuição de postos de pedágios em MS. (Foto: Reprodução/ANTT)

A CCR (Companhia de Participações em Concessões) venceu o leilão da BR-163 e o valor de pedágio fechou com desconto de 52,74%. A companhia vai assumir o controle dos 847 quilômetros da rodovia em Mato Grosso do Sul e cobrará pedágio de R$ 4,38 a cada 100 quilômetros.

O leilão, realizado na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), teve seis lances. O deságio reduziu o valor de R$ 9,27 para R$ 4,38.

A CCR venceu a Invepar (Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A.), Odebrecht Transport, Triunfo Participações e Investimento, Construtora Queiroz Galvão e o consórcio é o Rota do Futuro, integrado pelas empresas Ecorodovias Infraestrutura e Logística S/A (líder), Coimex Empreendimentos e Participações Ltda., Rio Novo Locações Ltda., Tervap Pitanga Mineração e Pavimentação, Madeira Indústria e Comércio Ltda., e Urbesa Administração e Participações Ltda.

A empresa deverá investir R$ 6 bilhões na duplicação de 823 quilômetros e manutenção da rodovia que interliga as divisas de Mato Grosso do Sul com o Mato Grosso e o Paraná.

A nova concessinária, que deve assinar o contrato com a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) em março de 2014, é responsável por 2.437 quilômetros de rodovias, distribuídos por São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Conforme a empresa, esse número representa 15% da quilometragem total das rodovias concedidas à iniciativa privada no País.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário