A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

04/11/2009 10:27

Chefe da Funai é mantida refém de índios em Dourados

Redação

A administradora regional da Funai em Dourados, Margarida Nicoletti, está sendo mantida refém por índios guarani-kaiowá da reserva de Dourados. Ela está na escola Araporã, na aldeia Bororó, onde pelo menos 50 índios a impedem de deixar o local em protesto à falta de segurança na reserva. Margarida foi ao local para uma reunião com as lideranças indígenas que exigem que a Funai autorize a entrada da Polícia Militar nas aldeias.

O procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida e o antropólogo do MPF (Ministério Público Federal) Marcos Homero também estão no local, mas eles não são mantidos como reféns.

Os índios afirmam que só vão permitir a saída da administradora da Funai quando ela assinar um documento autorizando o acesso da polícia nas aldeias, que enfrentam uma onda de assaltos, homicídios, tráfico de drogas e prostituição.

Na sexta-feira, os índios fizeram uma passeata no centro de Dourados para protestar contra a violência nas aldeias. Eles afirmam que a Funai barra a entrada dos órgãos de segurança pública na reserva. Margarida nega e diz que tem documentos em que autoriza a entrada da polícia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions