A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/03/2009 15:21

Chefes de milícia no RJ são condenados e continuam em MS

Redação

Dois ex-parlamentares cariocas, presos no Presídio Federal de Campo Grande, vão continuar em Mato Grosso do Sul após condenação proferida pela juíza Alessandra de Araújo Bilac Moreira Pinto.

O ex-deputado estadual do Rio Janeiro, Natalino Guimarães (sem partido), e seu irmão, o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho (PMDB), o Jerominho, são apontados como os líderes da milícia que ficou conhecida como "Liga da Justiça".

Eles foram condenados a 10 anos e seis meses de prisão. O filho de Jerominho, Luciano Guimarães, foi condenado a nove anos, por participar de esquema para coagir eleitores.

Eles estavam em Bangu 8, mas forma transferidos em novembro do ano passado para Campo Grande.

A Polícia Federal, durante a operação "Voto Livre" descobriu durante a campanha, que o grupo usava a força das milícias para obrigar famílias carentes a fazem propaganda eleitoral para os seus candidatos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions