A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/01/2011 09:47

Nova década é encarada com otimismo pela população

João Humberto
O mototaxista Gesiel guardou sementes de romã na carteira para obter mais sucesso na nova década. (Foto: João Garrigó).O mototaxista Gesiel guardou sementes de romã na carteira para obter mais sucesso na nova década. (Foto: João Garrigó).

“Vou colocar sementes de romã na carteira para me dar mais sorte no ano que inicia a nova década”. É a mandinga que o mototaxista Gesiel Gonçalves, 42, decidiu fazer para começar o ano de 2011 com o pé direito.

Assim como ele, diversas pessoas entrevistadas pelo Campo Grande News na região central da Capital apostam suas fichas em superstições e encaram com otimismo a nova década, que começa a partir de hoje.

É o caso do cozinheiro José Caires, 57, que mora em Campo Grande há 30 anos. Ele acredita que a nova década será a melhor de todos os tempos, principalmente na evolução científica.

“Apesar de não acreditar muito nas superstições, eu as considero válidas, pois enchem as pessoas de esperança, embora eu não faça nenhuma. Apesar disso, eu creio que a nova década vai superar as outras em muitos aspectos, principalmente na cura de doenças e em avanços científicos”, resume José.

A empresária Adriana Ferreira, 34, considera que a nova década será um ápice para a educação e saúde. “A cada ano que passa as coisas melhoram e com o governo da Dilma, a situação ficará cada vez mais positiva”, esclarece ela, a respeito da eleição de Dilma Rousseff, que será a primeira presidente mulher a governar o Brasil.

Adriana também frisa que a população deve estar aberta a novas sensações a partir deste ano. “Às vezes o novo nos parece estranho à primeira vista, mas é preciso saber lidar com maturidade diante de situações novas, em vez de ficarmos amedrontados”, aconselha.

Para o pedreiro Laércio Araújo, 44, a década de 2000 a 2010 foi muito boa, “mas a próxima será melhor”, adianta. Ele não acredita em mandinga, mas considera louvável a fé das pessoas em acreditar nas superstições.

“Achei que a década que passou foi muito boa para o nosso estado, afinal, houve progresso em diversas áreas, principalmente no turismo. Só que a nova década vai trazer melhorias para todas as áreas”, conclui Gesiel.

Adriana considera que a nova década será um ápice para a educação e saúde. (Foto: João Garrigó).Adriana considera que a nova década será um ápice para a educação e saúde. (Foto: João Garrigó).
Para o cozinheiro José Caires, a nova década será a melhor de todos os tempos, principalmente na evolução científica. (Foto: João Garrigó).Para o cozinheiro José Caires, a nova década será a melhor de todos os tempos, principalmente na evolução científica. (Foto: João Garrigó).
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions