A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/09/2015 16:48

Chuva com granizo deve acabar com "bolha de calor" em parte de MS

Thiago de Souza
O horticultor José Malta diz que só não pode cair granizo. (Foto: Gerson Walber)O horticultor José Malta diz que "só não pode cair granizo". (Foto: Gerson Walber)

As altas temperaturas registradas nos últimos dias na Capital e no interior do Estado têm incomodado a população. Porém a previsão de chuva para os próximos dias deve trazer alívio, principalmente àqueles que têm de trabalhar sob o sol quente. Na sexta-feira, sábado e domingo pode cair granizo em pontos isolados do Estado, segundo alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). O temporal deve acabar com a "bolha de calor" em algumas regiões do Estado, principalmente, nas regiões sul e centro-oeste de MS. A temperatura nessas regiões também deve cair de uma média de 38º para 33º. 

O alerta para chuvas e possível queda de granizo é do Inmet, divulgado nesta quinta-feira (24). Para o campo-grandense, o tempo deve ficar nublado e parcialmente nublado durante todo o final de semana. Na sexta e no sábado o alerta é para queda de granizo em pontos isolados e no período da tarde.

“E aí, vai chover?”. Essa foi a pergunta feita pelo horticultor e responsável pela Horta do União, José Malta da Cruz, 51. Durante oito horas diárias, ele trabalha embaixo de sol quente e temperaturas acima dos 35º C, mas toma precauções importantes para lidar com o calor. “Uso protetor solar, manga comprida e bebo bastante água. Se não o cara tá ferrado”, brincou o horticultor.

A chuva será bem vinda para Malta, que pede que venha água na medida certa. “Só não pode chover granizo, se não eu perco tudo. A chuva é muito importante, pois traz nitrogênio para o solo. Equivale a dez dias de irrigação”, pontuou o trabalhador.

Em um ponto de moto táxi, próximo ao Camelódromo de Campo Grande, um grupo de colegas fazia uma roda de tereré. “É o jeito para se refrescar. Também usamos camiseta com manga comprida e procuramos sombra quando paramos no semáforo”, disse o mototaxista Davi Ortiz, 41. Um colega ao lado dele disse que fazia 35º C, mas ele logo retrucou. “Essa é a temperatura, mas a sensação é de 40º”, alertou Ortiz. Ainda segundo o transportador, parar em um semáforo de três tempos é “terrível”, ainda mais quando o mormaço.

Para Mato Grosso do Sul a média de temperatura prevista pelo Inmet para este final de semana é de 38º C. No centro-oeste e sul do Estado podem ocorrer chuvas fortes com queda de granizo.

Ainda de acordo com o Inmet, nessa quarta-feira (23) as temperaturas chegaram a 39º C, em Água Clara, Porto Murtinho, Três Lagoas e Coxim. O termômetro chegou a casa dos 38º C em Maracaju, Dourados, Paranaíba, Aquidauana, Ivinhema e Bela Vista.

Em relação a umidade relativa do ar, preocupação constante dos meteorologistas, até domingo nenhum índice ficará abaixo dos 20%, considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como estado de alerta.

Segundo o meteorologista Natálio Abrão, somente nas regiões sul e centro-oeste do estado terão alterações no clima. Nas demais, “continua o tempo seco e quente”. No Sul do Estado, as ondas de calor tem atingido especialmente Dourados, desde o dia 15 de setembro. 

De acordo com levantamentos da Embrapa Agropecuária Oeste, desde 1979 foram registradas 19 ondas de calor na cidade, com 12 ou mais dias de duração. Em 2002 foi registrada a bolha de calor mais extensa, com duração de 27 dias. Segundo o pesquisador Carlos Ricardo Fietz, 

De sexta para sábado as áreas de instabilidade entram pelo Sul do Estado. Na noite de sábado para domingo devem entrar na região central, causando chuvas fortes e até queda de granizo.

O meteorologista diz que a média de temperatura na Capital e no interior deve cair um pouco até domingo, e ficar por volta de 34º e 35º C. Ele faz questão de alertar para a intensidade dos ventos, que devem chegar a 60 quilômetros por hora.

Mototaxistas tomam tereré para amenizar calor entre uma viagem e outra. (Foto: Gerson Valber)Mototaxistas tomam tereré para amenizar calor entre uma viagem e outra. (Foto: Gerson Valber)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions