A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/09/2013 12:58

Colisão entre ônibus e carreta tem duas versões, uma é ultrapassagem

Luciana Brazil e Aline dos Santos
Restos do ônibus ficaram espalhados na pista. Restos do ônibus ficaram espalhados na pista.
Apenas o condutor foi identificado. Três pessoas morreram. (Foto:Marcos Ermínio)Apenas o condutor foi identificado. Três pessoas morreram. (Foto:Marcos Ermínio)

Já são duas versões para o acidente que aconteceu na manhã de hoje (6), na BR-163, entre um ônibus, uma carreta e um caminhão, que deixou três pessoas mortas e duas feridas. Segundo algumas testemunhas, o ônibus invadiu a pista sem motivo aparente. E na outra versão, o condutor do ônibus tentou ultrapassar uma caminhonete. A polícia ainda não divulgou as causas do acidente.

As três vítimas do acidente já foram reconhecidas. O motorista do coletivo que morreu preso às ferragens foi identificado como Eli Carlos Baz de Souza, 25 anos. Os passageiros foram identificados como Roberto Lopes, 68 anos, agente ferroviário aposentado, Ildethy Correa de Oliveira,  que viajavam para Dourados.

A perícia chegou a pouco no local. As famílias das vítimas ainda não foram acionadas. 

No local, os passageiros evitam falar. Um homem que preferiu não se identificar, disse que embarcou às 9 horas em Campo Grande, e viajava no fundo do ônibus quando ouviu um estrondo. “Pensei que era um pneu furado, mas quando percebemos que era um acidente quebramos a janela da saída de emergência”.

Ele disse ainda que a velocidade do ônibus estava normal e o veículo não parecia estar correndo.

O motorista do coletivo que morreu preso às ferragens foi identificado como Eli Carlos Baz de Souza, 25 anos, de acordo com a empresa. A perícia chegou a pouco no local e ainda fará a identificação oficial dos corpos. As famílias das vítimas ainda não foram acionadas.

Diferente do que foi publicado anteriormente, o ônibus saiu de Campo Grande com destino a Ponta Porã.

Ainda muito nervoso, o condutor da carreta, Alexander Wellington Paes Dias, 39 anos, contou que conseguiu salvar a cabine da carreta, mas o restante do bi-trem bateu de frente com o ônibus. “Eu estava vindo de Naviraí para Campo Grande quando vi o ônibus, ele já estava invadindo a pista contrária. Logo depois da batida sai correndo para ver”.

Com a força da batida, peças do ônibus estão engajadas na carreta que estava carregado com 37 mil quilos de couro. A esposa de Alexander, Damiana Santos Rocha, 33 anos, ficou muito nervosa e precisou receber atendimento médico. “Não tive coragem de descer da carreta”.

O motorista Alexander fez o teste do bafômetro e o resultado foi negativo.

Um caminhão que seguia atrás da carreta bateu na traseira do ônibus. O impacto não foi tão forte, já que o motorista conseguiu frear. Na pista, cerca de seis metros de frenagem mostram a tentativa de evitar a colisão. O caminhão acabou batendo na lateral do ônibus.

Ao contrário das primeiras informações, o acidente não envolveu veículos de passeio.

Ainda não há confirmação sobre o número de passageiros que viajava no ônibus, porém, 29 passagens foram vendidas pela empresa, segundo o gerente da viação Antonio Carlos.

Ele explica que por enquanto não é possível afirmar o número certo de ocupantes do ônibus, já que passageiros podem ter embarcado no caminho e outros podem ter perdido o ônibus ainda na rodoviária. Segundo ele, o controle de embarque fica com o motorista.

A empresa garantiu que o seguro indenizará os familiares das vítimas. Um novo ônibus foi enviado ao local e pelo menos sete passageiros continuaram a viagem.

Restos do veículo ficaram espalhados pela pista (Foto: Marcos Ermínio)Restos do veículo ficaram espalhados pela pista (Foto: Marcos Ermínio)



Tenho viajado constantemente por essa rodovia, e vejo que mesmo após as reformas feitas, ainda ficou uma rodovia bem perigosa, pouca sinalização, principalmente a noite, a tinta usada para sinalização não é refletiva, os condutores abusam da velocidade, das ultrapassagem, essa rodovia virou um verdadeiro raxa, onde compete todos os tipos de veículos, cade a fiscalização....
 
Luiz Fernando em 07/09/2013 19:36:59
Um acidente lamentável.... Meus pêsames, as famílias enlutadas... Só fico me perguntando como se faz a contratação dos motoristas, acho que para uma empresa de passageiros, deveria ser empregados motoristas com maior experiência, e idade acima de 30 anos. Muito jovem este motorista da Queiroz, não estou colocando aqui a culpa nele, mas acho que tem que ser repensado a contratação destes motoristas, e também a empresa deveria oferecer melhores condições aos motoristas como capacitações, treinamentos, e melhores salários, pelo que estou sabendo, as viagens agora o motorista, além de dirigir tem que ser cobrador, ou faz uma função ou outra né?
 
Elton Teixeira em 07/09/2013 00:56:40
JA TRABALHEI NESTA EMPRESA COMO COBRADOR SEI QUE OS MOTORISTA SÃO TOTALMENTE PROFISSIONAIS E PREPARADOS PARA O QUE FAZEM NÃO CHEGUEI DE CONHECER ESTE MOTORISTA POIS SAI DA EMPRESA FAZ UM TEMPO MAS SEI QUE A EMPRESA SELECIONA BEM SEUS MOTORISTAS, ALGO DEVE TER ACONTECIDO MAS INFELIZMENTE O UNICO QUE PODERIA DIZER SE FOI, EM RELAÇÃO A UM COMENTARIO QUE VI A RESPEITO DE MULTA ME DIGAM QUAL É A EMPRESA DE TRANSPORTE QUE NUNCA LEVOU UMA SEJA LA QUAL FOR O MOTIVO E SE O HORÁRIO NÃO TEM MOVIMENTO EM CERTA ÉPOCA DO ANO AS EMPRESAS COSTUMAM A SUPRIMIR ESTES HORÁRIOS MESMO, TEMOS QUE CONHECER ANTES DE CRITICAR
 
cicero santos em 06/09/2013 23:45:14
pois bem e fácil jugar dificil e saber o que aconteceu temos que entregar a deus para confortar as pessoas desta família
 
edilaine da silva vilhalva em 06/09/2013 22:19:10
OLÁ MEUS AMIGOS :
EU FUI MOTORISTA DE ÔNIBUS E DE CARRETA POREM AGORA SOU FORMADO.SOU INSTRUTOR DE CARRETA E ÔNIBUS , AFIRMO A VCS QUE MUITOS ACIDENTES ACONTECEM POR FALTA DE EXPERIENCIA DE ALGUNS , OBSERVA-SE QUE ENQUANTO ISSO NAO FOR CORRIGIDO HAVERÁ MUITOS ACIDENTES AGINDO ASSIM , TRABALHEI NA EXPRESSO QUEIROZ E AFIRMO QUE A MESMA E UMA EMPRESA MUITO SÉRIA ...
 
gustavo lopes soares em 06/09/2013 19:31:56
Todos sem tirar nenhum !!!!! Esse ônibus de viagem correm muito mais que o permitido em nossas rodovias querem tirar a dúvida ??? tentam ultrapassa-los e depois olhem o velocímetro do seu veículo e verá o quanto milhares de vidas correm riscos em nossas estradas.. Agora uma estrada recém recapeada com vários locais de escape e ultrapassagem bater de frente ???? estava acima da velocidade ou não ?
 
Carlos Strato em 06/09/2013 18:34:58
Se enxerga antes de fala bobagem,os onibus da empresa estão todos com a manutenção em dia,vc num sabe de nada vai se informa...
 
jorge luiz em 06/09/2013 16:28:58
Caso algumas pessoas não saiba esta empresa já havia sido multada inclusive alguns horários de saída foram cortados por mal estado dos veículos e falta de segurança!
Fato... uma parente meu trabalha em uma de suas agencias desta empresa!
 
Eder Angelo em 06/09/2013 14:27:06
Quem vai ser o primeiro a culpar o poder público?
Esse tipo de acidente acontece sempre por falha de quem está conduzindo veículo.
 
Junior Ferreira em 06/09/2013 14:22:13
Eu nas vezes que viajei por esta empresa me senti muito seguro..... sempre me levanto da poltrona e vejo que estão na velocidade permitida.... E faço as contas com relação ao tempo de partida e de chegada ao destino.... e sempre no trecho que ando.... na faixa de 4 horas de viagem..... O que leva a crer que foi uma fatalidade da vida... Meus pesames a família dos que se foram
 
Lucas Santos de Souza em 06/09/2013 13:48:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions