A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

14/07/2015 15:17

Colisão fere 16 e ocorreu durante pare-e-siga por causa do 1º acidente

Michel Faustino e Juliana Brum
Vítima de acidente na BR-163 chega na UPA Coronel Antonino (Foto: Vanessa Tamires)Vítima de acidente na BR-163 chega na UPA Coronel Antonino (Foto: Vanessa Tamires)
Ônibus colidiu com a traseira de carreta que foi retirada da pista. (Foto: Marcos Ermínio)Ônibus colidiu com a traseira de carreta que foi retirada da pista. (Foto: Marcos Ermínio)

A colisão entre uma carreta e ônibus da Viação Andorinha com 26 passageiros, no início da tarde de hoje (14) no Km 523 da BR-163 perto de Jaraguari, a 25 quilômetros de Campo Grande, deixou 16 pessoas feridas. Segundo informações de passageiros, o acidente ocorreu logo que a pista, que estava interditada por conta de outro acidente ocorrido na manhã de hoje, foi liberada.

De acordo com as informações, o ônibus saiu da cidade de Bandeirantes na manhã de hoje e tinha como destino Campo Grande. Por volta das 11h45, próximo ao Km 523, o veículo parou no bloqueio parcial que estava sendo realizado pela CCR MS Via, concessionária responsável pela privatização da BR-163, por conta de um outro acidente ocorrido na manhã de hoje, onde um caminhão com combustível tombou, pegou fogo e causou o vazamento de 30 mil litros de óleo diesel.

Por volta das 12h20, a pista foi novamente liberada e em menos de 500 metros o ônibus acabou colidindo com a traseira da carreta que seguia à frente em decorrência de uma frenagem brusca.

Segundo as informações repassadas pelas equipes de resgate, 16 pessoas ficaram feridas e precisaram ser atendidas e encaminhadas para a Santa Casa, unidades de saúde da Capital e de Bandeirantes. Nenhuma vítima corre o risco de morte.

Susto – De acordo com o aposentada Maria Aparecida Inácio, 53 anos, tudo aconteceu muito rápido e muitos passageiros ficaram desesperados sem saber o que tinha acontecido.

“Eu estava no banco da frente do ônibus meio que dormindo e do nada aconteceu um estrondo. Eu acordei assustada e quando olhei pro lado tinha muito sangue. Ninguém tava entendendo o que tinha acontecido. Foi a hora que o motorista abriu a porta e todo mundo desceu desesperado. Por sorte não estava rápido, se não algo de pior poderia ter acontecido”, disse.

A atendente Ariana Ali de Almeida, 27, que realmente foi um milagre ninguém ter ficado gravemente ferido. Segundo ela, o ônibus não tinha cinto de segurança.

“Graças a Deus não aconteceu o pior. Muita gente poderia ter morrido. Se tivéssemos rápido nem quero pensar, até porque ninguém estava com cinto”, comentou.

Ainda abalado, o motorista não quis comentar sobre o acidente.

Homem ferido em colisão chega na Santa Casa de Campo Grande (Foto: Vanessa Tamires)Homem ferido em colisão chega na Santa Casa de Campo Grande (Foto: Vanessa Tamires)
Colisão de ônibus com carreta fere 26 e mobiliza 10 ambulâncias na BR-163
A colisão entre uma carreta e ônibus fez 26 vítimas no início da tarde desta terça-feira (14) na BR-163 perto de Jaraguari, a 44 quilômetros de Campo...
Sorteio da Mega-Sena vai pagar R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira
Depois de pagar mais de R$ 21 milhões para uma única aposta de Itaguara, Minas Gerais, no sábado (22) o sorteio de amanhã (26) da Mega-Sena tem R$ 2,...


E desde quando esses ônibus tem cinto? Exigem tanto de motoristas de carros populares, mas nos ônibus não tem segurança nenhuma.
 
Mariana Carvalho em 14/07/2015 16:43:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions