A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/11/2011 11:39

Com 16 raios por km², MS tem o maior número de descargas elétricas do País

Fabiano Arruda

Estatística tem influência no Plano de Verão, divulgado nesta quinta pela Enersul

Chefe de operações da Enersul aponta área com maior incidência de raios no Estado. (Foto: João Garrigó)Chefe de operações da Enersul aponta área com maior incidência de raios no Estado. (Foto: João Garrigó)

Mato Grosso do Sul é o Estado com maior número de incidência de descargas elétricas no País. A incidência média de raios gira entre 10 e 11 por quilômetro quadrado ao ano, número que chega a 16 em algumas regiões, segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Além disso, MS faz parte de uma área no Brasil que também concentra alta incidência de ventos fortes. O cenário climático fez a Enersul apresentar nesta quinta-feira o Plano Verão, elaborado para proteger o sistema de fornecimento e distribuição de energia elétrica, em especial, no período de outubro a fevereiro.

Segundo o chefe de operações da empresa, Adilson Panizza, o plano consiste em três frentes, executadas de forma integrada.

A primeira delas são os serviços de manutenção preventiva e preditiva na rede dos 73 municípios de área de atuação da Enersul como limpeza de faixas e podas de árvores, que chegaram a 171 mil nos últimos meses.

Depois, prossegue Paniza, a empresa aposta no sistema de monitoramento que prevê com dias de antecedência a possibilidade de temporais. São quatro sensores, em Ponta Porã, Coxim, Campo Grande e Corumbá, que triangulam informações para detectar o risco de tempestade, bem como mapear, por meio de coordenadas, onde eles incidem.

A partir da detecção dos locais com maior possibilidade de incidência dos temporais, ainda conforme Paniza, o centro de operações aciona equipes, que ficam de plantão, para atuar em caso de emergência.

“O maior prejuízo que os raios podem causar é o rompimento de um fio ou queima de um transformador. Nestes casos nossa meta sempre é restabelecer o serviço o mais rápido possível”, afirma.

Para o vice-presidente executivo da Enersul, Ciro Vicente, o destaque do Plano Verão 2011/2012 está exatamente no conjunto de ações preventivas executadas pela empresa. “Tudo o que fizemos em outros anos e não deu certo aprimoramos neste ano”, pontua, acrescentando que a empresa elevou em cerca de 50 equipes para trabalhar nestes casos.

Presente no evento, o coordenador da Defesa Civil no Estado e comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, destacou o trabalho de prevenção como a melhor saída para os próximos meses.

“Sabemos que é um período crítico, de muita incidência de ventos, chuvas e até granizo”, descreveu, ressaltando que, no temporal do último fim de semana em Campo Grande, o Corpo de Bombeiros também tinha conhecimento, com dois dias de antecedência, da possibilidade da chegada da tempestade.



Ainda bem que minha idosa e amada mãe não usa computador.Eu e meu irmão teríamos trabalho com ela,pois,como muitas outras pessoas de mais idade,ela é do tempo que se cobria espelhos .
 
Ronaldo Ancél Alves em 03/11/2011 01:11:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions