A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/07/2016 10:00

Com 20,3 mil foragidos, MS tem mais bandidos soltos do que presos

No Estado, 12,1 mil criminosos cumprem pena em regime fechado

Luana Rodrigues
Mas, caso todos os foragidos fossem presos hoje, não haveria vagas nos presídios do Estado. (Foto: Alcides Neto/ Arquivo)Mas, caso todos os foragidos fossem presos hoje, não haveria vagas nos presídios do Estado. (Foto: Alcides Neto/ Arquivo)

Em Mato Grosso do Sul há mais criminosos soltos, do que presos. Essa é a conclusão quando se compara o número de detentos com o de foragidos no Estado. Outra constatação é de que se que todos estes criminosos fossem presos hoje, não haveria vaga no sistema penitenciário.

Segundo dados da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), atualmente existem 12.107 detentos no regime fechado no Estado. O número de pessoas com mandados de prisão em aberto é 72% maior, pois são 20.837 foragidos.

Conforme informações do delegado titular da Polinter (Delegacia Especializada de Polinter e Capturas), Luiz Thomaz de Paula Ribeiro, não há um percentual exato, mas a maioria dos mandados é por pensão alimentícia.

Ainda neste ranking, em 2º lugar estão os foragidos por homicídio, em seguida furto, roubo e tráfico de drogas.

O delegado explica, que nem todos os procurados cometeram crimes aqui no Estado. Pois alguns mandados são de judiciários de outros estados. “Caso a Justiça receba a informação de que o suspeito está aqui, o mandado vem para cá também”, explica.

Colapso carcerário – Caso todos os presos foragidos fossem capturas hoje em Mato Grosso do Sul, o sistema carcerário sofreria um colapso. Isso porque as penitenciárias do Estado já estão superlotadas.

Com apenas 44 unidades prisionais e apenas 6.902 vagas, o estado já "abrigando" 216% mais presos que a capacidade dos presídios.

A boa notícia é que, segundo a Polinter, a média de cumprimento dos mandados em aberto é de 500 por mês, e a maioria dos presos são soltos poucos dias depois da prisão.

Conforme um levantamento nacional do Infopen(Informações Penitenciárias) divulgado no ano passado, Mato Grosso do Sul é o estado do país com maior número proporcional de detentos(568,9) para cada 100 mil habitantes.

Realidade geral – Grande número de foragidos e falta de vagas em presídios são uma realidade em todo o país. Segundo o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), o Brasil tem mais 373 mil pessoas com mandados de prisão em aberto, número maior que a quantidade de vagas existente em todos os presídios do país, que é cerca de 357 mil lugares.

Hoje, há aproximadamente 570 mil pessoas cumprindo penas em presídios, com um déficit de 210 mil vagas. Além disso, há 148 mil pessoas em prisão domiciliar. Caso os foragidos fossem presos pelas polícias nos Estados, o total de detidos ultrapassaria 1 milhão de pessoas. O déficit de vagas considerado pelo CNJ, somando essa hipótese, chegaria mais de 730 mil vagas.

Casa do tráfico tinha droga em pratos, meias e até enterrada no quintal
O traficante Maike Virira dos Reis Rosa da Silva, 23 anos, foi preso em flagrante na noite desta sexta-feira (29), em uma operação da Polícia Civil c...
Bandidos roubam entregador de pizza, queimam baú e acabam presos
A polícia conseguiu prender na noite de sexta-feira (29) dois assaltantes que roubaram um entregador de pizzas, de 21 anos, na Rua Ana Rosa Castilho ...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions