A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/05/2014 09:44

Com a chegada do frio, procura por postos de saúde cresce 20%

Filipe Prado
A gerente do UPA estima uma aumento de 20% nos pacientes (Foto: Cleber Gellio)A gerente do UPA estima uma aumento de 20% nos pacientes (Foto: Cleber Gellio)

O número de atendimentos de doenças respiratórias nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e centros regionais de saúde de Campo Grande devem aumentar 20% com a chegada do frio. Conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde), nesta época, a a incidência de alergias cresce 40%, principalmente, rinite alérgica, asma brônquica, conjuntivite alérgica e dermatite atópica.

As crianças e idosos são só os que mais sofrem com chegada do tempo frio e seco. Dayany Gonçalves Muniz, 25 anos, tem um filho de dois, que sempre precisa de cuidados especiais no inverno. “Já vira o tempo, o nariz já começa a escorrer, eu começo mudar a rotina do meu filho”, comentou.

“Nessa época eu começo a parar de dar coisas geladas para ele, começo a agasalhar melhor e quando percebo tosse ou febre por mais de três dias, já trago para o posto de saúde”, admitiu a empresária.

Sempre que a temperatura cai Dayany já começa a prevenir o filho das doenças (Foto: Cleber Gellio)Sempre que a temperatura cai Dayany já começa a prevenir o filho das doenças (Foto: Cleber Gellio)

Conforme a gerente do UPA do Coronel Antonino, Isabel Cristina da Silva, a demanda de pacientes aumenta cerca de 20% nos períodos com a temperatura mais baixa, normalmente, crianças e idosos ou quem sofre de algum problema respiratório. “A inalação é mais procurada nesta época do ano”, afirmou.

Para Vania de Oliveira Lelê, 22, essa época é crítica para o filho de 1 anos e 8 meses, que tem a imunidade baixa. “Eu começo a dar água de coco, a fazer a inalação. Caso ele tenha alguma dor, começo a dar remédio”, revelou.

Ela percebeu que sempre nos dias mais frios, principalmente no inverno, as unidades de saúde ficam mais cheias.

Conforme Isabel, para prevenir as doenças causadas no frio é necessário seguir alguns passos. “É preciso se hidratar bem durante este período, arejar bem a casa, para que o ar possa circular, principalmente por conta dos cobertores e casacos, e para que entre a luz do sol”, aconselhou.

O número de atendimento aumenta principalmente na ala pediátrica (Foto: Cleber Gellio)O número de atendimento aumenta principalmente na ala pediátrica (Foto: Cleber Gellio)
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions