A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/10/2013 20:32

Com PF em descrédito, produtores rurais esperam que indígenas respeitem lei

Mariana Lopes

AA conclusão do julgamento do caso Raposa Serra do Sol, em Roraima, trouxe aos produtores rurais de Mato Grosso do Sul a discussão sobre o papel da Polícia Federal diante das invasões de terras e o respeito que os indígenas precisam ter com a lei.

Na audiência da CRA (Comissão de Agricultura e Reforma Agrária), do Senado, que discutiu demarcações de terras indígenas, o vice-presidente da Acrissul (Associação dos Criadores do Mato Grosso do Sul), Jonatan Pereira Barbosa, afirmou que a Polícia Federal está “desmoralizada” no Estado. “Se os agentes entregam um mandado de reintegração de posse, a liderança indígena rasga”, relatou.

O vice-presidente pontua que as decisões judiciais e do executivo precisam ser respeitadas pelos indígenas. “Ao rasgarem estes documentos, os índios argumentam que não respeitam a lei”, destacou Jonatan aos senadores.

Segundo ele, 75 propriedades rurais continuam ocupadas por indígenas no Mato Grosso do Sul. O vice-presidente da Acrissul ainda ressalta que as invasões são seguidas por atos de violência, com a destruição de instalações e máquinas.

O advogado da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul), Gustavo Passarelli, pontua que os indígenas têm direitos, mas que é preciso respeitar outros segmentos, no caso dos produtores rurais. “Todos nós somos brasileiros e devemos nos colocar sob a lei, respeitando-a”, afirmou.

Ainda na audiência, os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Waldemir Moka (PMDB-MS) alertaram para situação no estado. Segundo o petista, empresas multinacionais que fecharam contratos com produtores locais para fornecimento de cana-de-açúcar estão revendo os acordos.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


Ou seja ao querer contar com apoio dos "parlamentares" do MS, os indígenas estão lascados, no entanto época de campanha eleitoral estão todos lá todo sorrisos, abraçando seus "irmãos" e tentando falar o idioma natal. Mas desta vez passaram do limite, vão serem enganados e ter apoio somente do "cacique" porque a comunidade tá de olho.
 
samuel gomes-campo grande em 31/10/2013 20:48:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions