A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/02/2010 13:00

Com rejeição de projeto, servidores do TJ cancelam greve

Redação

Com o arquivamento do projeto de lei pela Assembléia Legislativa nesta quarta-feira, os servidores do Poder Judiciário cancelaram a greve prevista para iniciar amanhã contra o aumento da jornada de trabalho de 6h para 7h sem interrupção ou 8h com intervalo.

O presidente do Sindijus (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul), Noestor Jesus Ferreira Leite, afirmou que a paralisação ficou sem efeito com a decisão dos deputados estaduais. Eles foram unânimes em arquivar a proposta.

No entanto, os 3,5 mil trabalhadores do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) vão ficar mobilizados. A determinação de ampliar a jornada é do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que foi duramente critica pelos deputados estaduais Marquinhos Trad (PMDB), Youssif Domingos (PMDB), líder do Governo, e Júnior Mochi (PMDB).

Até o momento, o presidente do tribunal, desembargador Elpídio Helvécio Chaves Martins, não se manifestou sobre a derrota no legislativo estadual. Além de aumentar a jornada, ele pretendia reduzir o expediente no Judiciário das 10h para sete horas.

A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul) cancelou a reunião, prevista para hoje à tarde, para discutir a paralisação por tempo indeterminado.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions