A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/08/2009 14:43

Contador morre na Capital com suspeita de gripe suína

Redação

Morreu às 23h de ontem, 13 dias após apresentar os sintomas da gripe suína, a doença causada pelo vírus influenza A H1N1, o contador Marcelo Xavier Suzuki, 31 anos. Ele estava internado há oito dias no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital da Unimed, em Campo Grande.

Pai de duas filhas, de quatro meses e 4 anos, Suzuki foi velado nesta segunda-feira. Alguns amigos e familiares usaram máscara durante o velório. Apesar do atestado de óbito não apontar a gripe suína como causa, porque o laboratório não divulgou o resultado.

A médica apontou como causa morte gripe, pneumonia comunitária e choque séptico (falência circulatória aguda de causa infecciosa).

Segundo a psicóloga Adriana Xavier Suzuki, 33, seu irmão só começou a ser tratado com Tamiflu, o remédio indicado para o tratamento da doença, cinco dias após apresentar os sintomas. Como tinha problemas de pressão alta e colesterol, ele faz parte do grupo de risco para receber o medicamento, que acabou sendo fornecido pelo Centro de Saúde 24 Horas do Bairro Coronel Antonino.

O início - Marcelo Suzuki começou a ter febre alta na madrugada de 3 de agosto, após retornar de um culto numa igreja evangélica da Capital. Após passar por vários hospitais particulares, ele acabou sendo atendido no ProntoMed da Santa Casa de Campo Grande.

Passou a noite no local para realizar exames e acabou sendo liberado pelo médico, que receitou dipirona e anti alérgico para tratamento durante três dias. Neste período, a família já isolou o contador e afastou as crianças da residência.

Voltou a clínicas particulares em mais duas ocasiões, nos dias 5 e 6 de agosto. No sábado, 8, passando muito mal, ele acabou sendo encaminhado ao Hospital Miguel Couto. Somente nesta unidade, cinco dias depois, começou a ser tratado como paciente com a gripe suína.

Ele foi internado no CTI. Segundo a médica da instituição, o quadro apresentava fortes indícios de doença causada pelo vírus H1N1. No fim de semana passada, o quadro de saúde de Suzuki piorou.

O contador morreu às 23h de domingo. "O Tamiflu veio tarde demais", lamentou a sua irmã. Ela avaliou que os médicos não estão tratando com seriedade a questão da gripe, já que somente no quinto dia, o paciente começou a ser tratado como suspeito de gripe suína.

Filha

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions