A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/10/2009 16:38

Contra evasão, promotor defender prisão de pais

Redação

O promotor da Infância e Juventude de Campo Grande, Sérgio Fernando Harfouche, anunciou, durante reunião com os representantes das secretarias de Educação, que vai responsabilizar judicialmente os pais pela falta dos estudantes às aulas no próximo ano. Eles foram advertidos neste ano, mas poderão ser condenados a penas de 15 dias a dois meses de reclusão.

Neste ano, o MPE (Ministério Público Estadual) notificou os pais dos estudantes com problemas e promoveu reuniões nos estabelecimentos de ensino. Cerca de 10% dos responsáveis não responderam às notificações.

O promotor anunciou que irá aciona-los na Justiça por abandono intelectual, para obriga-los a matricular e manter os filhos na escola. Ele recorrerá a responsabilidade compartilhada, que, neste caso, é entre o poder público, os pais e até os adolescentes. Anos com idades entre 12 e 18 anos também poderão ser responsabilizados por não freqüentar a escola.

Evasão

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions