A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

06/08/2009 10:04

Contrariando índios, Funai mantém Margarida Nicoletti

Redação

Anunciada há dois meses, a mudança no comando da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados ainda não foi colocada em prática pela direção do órgão. Margarida Nicoletti, funcionária de carreira da Funai, continua chefiando a administração regional, responsável pelas aldeias de todo o Cone-Sul de Mato Grosso do Sul, apesar de enfrentar oposição de um grupo indígena.

No início do ano, índios chegaram a invadir a sede da Funai em Dourados para exigir a demissão de Margarida Nicoletti. O caso gerou inquérito do Ministério Público Federal sobre manifestação organizada por motivos políticos. Com base no inquérito instaurado pela PF (Polícia Federal), o MPF encontrou indícios do envolvimento do setor ruralista na invasão no prédio.

Já em junho deste ano foi anunciado que Margarida deixaria o comando regional da Funai e seria substituída pela bióloga Arlete Pereira de Souza, mulher do vereador douradense Dirceu Longhi (PT). O político tem forte atuação nas aldeias de Dourados e foi o vereador mais votado entre os índios nas eleições do ano passado.

Um mês depois, a assessoria da presidência da Funai confirmou que Margarida Nicoletti deixaria o cargo devido a problemas de saúde, mas não anunciou a substituta.

Em maio, o nome de Arlete Pereira de Souza tinha sido referendado para o cargo por 40 lideranças indígenas da região durante "Aty Guaçu" (grande reunião) em Juti. Ela chegou a dar entrevista como futura administradora, mas até agora não foi nomeada pelo presidente da Funai, Márcio Meira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions