ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Contribuintes têm apenas 15 dias para atualizar versão da nota fiscal eletrônica

Por Anahi Gurgel | 17/07/2018 15:16
São 25 mil empresários emissores da NF-e no estado. (Foto: Divulgação/Sefaz)
São 25 mil empresários emissores da NF-e no estado. (Foto: Divulgação/Sefaz)

Faltam exatamente 15 dias para que os contribuintes de Mato Grosso do Sul atualizem a versão da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica). A migração da versão do arquivo XML deve ser feita até 2 de agosto para que as operações de vendas não sejam canceladas.

A NF-e é emitida e armazenada somente eletronicamente e tem como função documentar operações e prestações. “A validade jurídica das transações é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização de uso pela administração tributária da unidade federada do contribuinte, antes da ocorrência do fato gerador”, informou a Sefaz (Secretaria Estadual de Receita).

Em todo o estado, 25 mil empresários são emissores de NF-e, mas muitos ainda não se adequaram à versão 4.00. A adequação acontece nacionalmente. Findo o prazo, as notas enviadas na versão antiga serão automaticamente rejeitadas, impossibilitando a impressão do Danfe (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) e, consequentemente, as vendas.

Vários softwares emissores de NF-e, gratuitos ou pagos, estão disponíveis no mercado Uma das livres mais acessadas é a criada pela Sefaz de São Paulo, administrada pelo Sebrae, que leva cerca de uma hora para ser instalado.

Há também soluções que podem ser “encomendadas” por especialistas, adequando o programa às necessidades de cada empresa.

Há uma nota técnica, versão 1.42, que especifica os ajustes necessários relacionados à versão 4.00, que pode ser acessada no ambiente nacional da NF-e.