A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

26/08/2010 12:30

Coxim registra quarto caso de leishmaniose humana

Redação

A leishmaniose, doença que ataca principalmente os cães, teve confirmação do quarto caso humano ontem. Um homem de 38 anos foi diagnosticado com a doença e está internado no Hospital Universitário, em Campo Grande.

De acordo com o Edição de Notícias, Erinaldo Rucaglia, de 38 anos, está com os sintomas característicos da doença e aguarda em observação em hospital da Capital.

Os outros três casos de leishmaniose humana registrados em Coxim são de crianças menores de cinco anos de idade. Para a Vigilância Sanitária do município, os números apontam surto da doença.

A leishmaniose é transmitida ao homem pela picada de mosquitos flebotomíneos, também chamados de birigui ou palha. Os cães são considerados reservatórios da doença, que é provocada pelos protozoários do gênero leishmania.

A limpeza do quintal é fundamental para prevenir o surgimentos dos mosquitos transmissores. Na situação do cão estar infectado, a saída é sacrificar o animal. Os sintomas da leishmaniose canina são: queda de pêlo, conjuntivite com muita secreção, crescimento das unhas, secreção purulenta no nariz, emagrecimento e aumento do volume abdominal.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions