A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/03/2008 10:57

CPI vai fazer órgãos cumprir apurações, diz deputado

Redação

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) disse que mesmo sendo criada três anos após o período onde ocorreram maior número de mortes de crianças indígenas por desnutrição, a CPI irá fazer com que os órgãos federais cumpram com o que for apurado.

Dagoberto explicou que a CPI é complemento do trabalho da investigação por deputados estaduais em 2006, onde ele participou. Segundo ele, essa CPI não tinha poder para cobrar providências dos órgãos federais. Agora, com a CPI da Câmara Federal, os órgãos terão que cumprir com o que for apurado.

Dagoberto, Antônio Carlos Biffi (PT), Geraldo Resende (PMDB) e Waldemir Moka (PMDB) estiveram em Dourados ontem para ouvir depoimentos e visitar aldeias. Eles receberam um documento com sugestões dos indígenas para a questão.

Hoje, eles tomam diversos depoimentos em audiência pública realizada na Assembléia Legislativa. O primeiro a ser ouvido foi Zelik Trajber, responsável técnico da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) pela saúde indígena em Mato Grosso do Sul.

Também será ouvida a deputada estadual Bela Barros, relatora da CPI da Desnutrição Indígena e Ariadne de Fátima Cantú da Silva, promotora de justiça da Infância e Juventude de Mato Grosso do Sul.

O procurador da República em Dourados, Charles Stevan da Mota Pessoa, foi convidado a participar da audiência, mas não foi. Ele será convocado a depor.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions