A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/03/2009 13:11

Criança morre de meningite e família aponta negligência

Redação

O menino Wilker da Silva Marciano, de 2 anos, morreu ontem em Campo Grande às 18h por conta de uma meningite. A família garante que houve negligência no caso, pois a criança recebeu diagnósticos de virose e gripe quando já estava com a doença.

Wilker era filho único. A prima da criança, Rosimeire Alves da Silva conta que a mãe não está sequer em condições de falar sobre o caso, pois se encontra sedada.

Rosimeire acompanhou as consultas do menino e afirma que houve falhas no atendimento. Ela conta que na terça-feira (24), ele apresentou os primeiros sinais da doença. Ele foi então levado ao Posto de Saúde do Aero-Rancho, onde o médico disse, garante a familiar, que se tratava de uma virose.

A mãe do menino o levou para casa, mas seu estado de saúde agravou-se. Na sexta-feira (27) ele teve fortes dores de cabeça. "Ele ainda não falava direito, mas mostrou que estava com dor de cabeça. E a febre sempre alta", lembra.

Mesmo assim, o médico teria dito que se tratava de uma dor de garganta e de uma gripe forte. "Ele passou Dipirona e mandou levar ele pra casa. Disse pra voltar se ele piorasse".

De acordo com Rosimeire, o estado do menino se agravou na sexta-feira, quando começaram a aparecer manchas roxas em sua pele e ele teve o início de uma convulsão.

A criança foi então levada ao Hospital Regional, onde o médico suspeitou que estivesse com meningite. Mas, a família afirma que apesar de estar em estado grave, ele teve que ficar das 2h até as 17h de sábado (28) em uma sala de emergência, pois não havia vagas no CTI (Centro de Terapia Intensiva).

"Se ele precisava do CTI, porque estava em uma sala de emergência?", reclama a prima do garoto.

Na tarde de sábado o menino foi encaminhado à Santa Casa já em estado gravíssimo. No hospital ele teve de ser entubado e sedado, mas não resistiu à doença e faleceu ontem (29), às 18h.

Alerta - Para a prima do menino, é indispensável que as famílias fiquem em alerta para os sintomas da meningite.

"Queremos divulgar isso, porque já morreram muitas pessoas que a gente conhece com meningite".

Segundo ela, durante o tratamento do menino a família soube de várias outras crianças internadas com o mesmo problema.

Alguns dos sintomas da doença são febre alta, dor de cabeça e pescoço duro. Eles podem se desenvolver em apenas algumas horas. Mas, em bebês, podem ser mais difíceis de serem detectados.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions