A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/06/2009 16:50

Crianças fazem manifestação contra desperdício de água

Redação
 Crianças fazem manifestação contra desperdício de água

Alunos do 4º ano da Escola Cenecista Oliva Enciso, em Campo Grande, fizeram hoje às 16h30 um manifesto contra o desperdício de água. Cerca de 30 crianças de seis a nove anos entregaram panfletos, seguraram cartazes e fizeram 'apitaço' para alertar os motoristas que passavam pela Avenida Afonso Pena sobre a importância do consumo consciente.

A professora responsável pela iniciativa, Telma Oliveira Souza Martins, de 37 anos, explica que a manifestação é resultado do trabalho desenvolvido com os alunos em sala de aula. "Eu acho que a conscientização começa a partir deles, das crianças", afirma.

Ela conta que foi levantada junto aos alunos uma discussão sobre a possibilidade de esgotamento da água potável do planeta. Como resultado, surgiu a campanha apresentada hoje na avenida, com o tema 'Sabendo usar, não vai faltar'.

Para o estudante Danilo Lemos Marques dos Santos, de 9 anos, que participou das aulas e da manifestação, a intenção é fazer com que os motoristas entendam a importância do consumo consciente. "Se a gente gastar muita água, daqui a alguns anos ela pode acabar", destaca.

Bárbara Marquesi Fiori, de 6 anos, também participou do movimento. Entregando panfletos aos motoristas que paravam no semáforo em frente à escola, ela garante que aprendeu a lição sobre o assunto. "Não pode deixar a torneira aberta se a gente não estiver usando", exemplifica a menina.

Já Leonardo Chiquin do Amaral, de 8 anos, é crítico sobre o assunto e reclama as pessoas não sabem utilizar bem o 'bem precioso' que é a água. "A gente tá fazendo uma campanha para mostrar que sem água não pode sobreviver", diz o estudante.

 Crianças fazem manifestação contra desperdício de água

Agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) auxiliaram os professores durante a manifestação, para que as crianças pudessem entregar os panfletos com segurança todas as vezes em que o semáforo fechava para os motoristas.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Marcos Antônio Moura Cristaldo, acompanhou a manifestação das crianças, e destacou a importância da escola na conscientização dos alunos para a questão ambiental. "A consciência nasce em casa e nas escolas", afirma.

Ele explicou que a escola está inserida em um projeto da Prefeitura, que trabalha a questão ambiental com aplicação prática, em trabalhos como o de reutilização da água da chuva.

Além de formar consciência ambiental nas crianças, Cristaldo destacou que essa é uma boa forma de sensibilizar os adultos para a conservação dos recursos naturais. "Não existe preservação sem educação ambiental", ressaltou o secretário de meio ambiente.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions