A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/12/2012 11:58

De 36 instituições, só 3 de MS tiveram nota boa em avaliação do MEC

Aline dos Santos
UFMS  está na lista de instituições do Estado com melhor avaliação. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)UFMS está na lista de instituições do Estado com melhor avaliação. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

Em Mato Grosso do Sul, três instituições de ensino superior alcançaram o melhor resultado na avaliação do Ministério da Educação em 2011. O IGC (Índice Geral de Cursos) quatro foi obtido pela UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Finav (Faculdade Integrada de Naviraí). Nenhuma instituição teve avaliação 5, o melhor resultado previsto pelo ministério. Da mesma forma, nenhuma foi classificada no 1, pior desempenho. Das 36 instituições avaliadas, 15 obtiveram desempenho 3, considerado satisfatório.

A lista é formada pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), Universidade Anhanguera/Uniderp, UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados, Unigran de Dourados, Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande, Faculdade Magsul (Ponta Porã), Faculdades Integradas de Três Lagoas, Faculdade Salesiana de Santa Tereza (Corumbá).


Além da Faculdade de Ciências Contábeis de Nova Andradina, Faculdade de Educação de Costa Rica, Faculdade de Administração de Nova Andradina, Faculdade de Educação de Nova Andradina, Facsul (Campo Grande) e FCG (Faculdade Campo Grande).


Outras 14 instituições tiveram avaliação dois, ou seja, não alcançaram desempenho considerado suficiente pelos parâmetros do MEC. Neste cenário, estão 14 instituições. São elas: Faculdade de Administração de Nova Andradina, Faculdade de Ponta Porã, Faculdade Vale do Aporé (Cassilândia), Faculdades Integradas de Paranaíba, Faculdade de Administração de Fátima do Sul, Faculdade de Ciências Contábeis de Naviraí, Faculdades Integradas de Ponta Porã, Instituto de Ensino Superior da Funlec (Campo Grande).


Também integram a lista a Faculdade de Amambai, Faculdade de Pedagogia de Nova Andradina, Faculdade Integrada de Cassilândia, Faculdade de Administração de Chapadão do Sul, Faculdade Tecnológica de Nova Andradina e Faculdade Anhanguera de Dourados.


As instituições precisam atingir nível acima de dois para receber programas como o Prouni (Programa Universidade para Todos) e Fies ( Fundo de Financiamento Estudantil). No Brasil, o IGC 2011 avaliou 2.136 universidades, faculdades e centros universitários. Desse total, 50,6% tiveram conceito 3, considerado satisfatório.

Dados divulgados pelo Ministério da Educação mostram ainda que 27% das instituições de ensino superior brasileiras tiveram conceito insuficiente em 2011. O Índice Geral de Cursos é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions