A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/11/2009 11:19

Defensoria faz ação pela paternidade em Bataguassu

Redação

A Defensoria Pública Estadual deflagrou o projeto "Movimento pela Paternidade" em Bataguassu, a 270 quilômetros de Campo Grande.

A intenção, segundo o defensor público Nilton Marcelo de Camargo, é incentivar o registro pelo pai biológico ou adotivo na certidão de nascimento de crianças sem o reconhecimento paterno.

Já no primeiro levantamento, feito em dois centros de educação infantil e em uma instituição responsável pelo atendimento de crianças com necessidades especiais, foram identificados 85 casos de ausência de nome paterno e respectivos avós no registro de nascimento.

Ainda será feito levantamento em oito escolas. Assim com a expansão do projeto para todas as escolas, o número de crianças sem o reconhecimento paterno deverá aumentar.

Em Caarapó a Defensoria Pública realizou 24 adoções e 42 reconhecimentos de paternidade. O trabalho também foi desenvolvido no município de Inocência e no distrito de São Pedro com o objetivo de

promover o reconhecimento da paternidade da criança ou adolescente pelo pai biológico, quando possível a localização.

A medida também incentiva a adoção, quando a mãe mantém união estável e duradoura com o companheiro. Porém só acontece quando a criança considera o mesmo como pai, e este por sua vez tem interesse na adoção. (Com informações da assessoria de imprensa).

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions